Pilotos russos desviam voo em nível de cruzeiro para desenhar um órgão genital no céu

Foto Anna Zvereva, CC BY-SA 2.0 via Wikimedia Commons

Os pilotos russos de um voo da Pobeda Airlines escolheram uma rota de voo corajosa para expressar seu apoio ao jogador de futebol Artem Dzyuba, vindo a desviar o avião em cruzeiro e, sem autorização da empresa, desenharem um enorme “pênis” nos céus sobre a cidade de Neftekamsk, que pode ser visto nos aplicativos de rastreamento de voos.

Segundo dados do FlightRadar24, o polêmico voo DP-407 ocorreu em 11 de novembro, mas apenas agora as informações vieram à tona, tendo passado desapercebido por aqueles que costumam acompanhar os voos pelo radar. A rota em que os pilotos fizeram tal ato ligava Moscou a Ecaterimburgo, um trecho regular da companhia aérea.

O procedimento acrescentou 30 minutos de tempo de voo, resultando na chegada a Ecaterimburgo às 17:51 (hora local), cerca de 20 minutos depois do horário de chegada programado.

Segundo o The Mirror, um porta-voz Pobeda disse: “Nós não sabemos o que você pode ter ocorrido na rota de nossa aeronave, mas provavelmente os comandantes da Pobeda decidiram expressar o seu apoio para Artem Dzyuba”.

Dzyuba ganhou as manchetes na semana passada, depois que um vídeo dele se masturbando foi parar na internet e ele sofreu ações disciplinares, perdendo até seu lugar na seleção de futebol do país.

Desvios em rota, como esse, apenas são permitidos com autorização do controlador de tráfego aéreo. Os dois pilotos estão agora sendo investigados pela Agência Federal de Transporte Aéreo pelo que se está chamando localmente de “um bizarro ato de solidariedade com o capitão de futebol do país”.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias