Início Aeroportos

Plano de investimentos para aeroportos do Bloco Sul será apresentado em 6 meses

Aeroporto de Curitiba Afonso Pena – Imagem: Ministério do Planejamento

Após investimentos em melhorias na infraestrutura e na capacidade operacional dos nove aeroportos que formaram o Bloco Sul na 6ª rodada de concessões aeroportuárias, a CCR Aeroportos vai apresentar em seis meses o plano para os aportes financeiros de longo com base nos estudos preliminares da concessão, informaram na última terça-feira (7) os representantes do Governo Federal em audiência na Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado Federal

“A transição vai até 31 de março de 2022, o cronograma está absolutamente em dia”, afirmou o secretário Nacional de Aviação Civil, Ronei Glanzmann. Além de colocar cada aeroporto de acordo com as normas internacionais de segurança e operação do setor aéreo, o detalhamento deve contemplar obras necessárias para o aumento da capacidade operacional e da movimentação de passageiros. São melhorias em terminais de passageiros, ampliação das posições de aeronaves no pátio e das pontes de embarque, entre outros itens.

Também foi discutida na audiência a situação do Aeroporto de Navegantes (SC), que fez parte da sexta rodada de concessões de aeroportos. “A segunda pista do aeroporto de Navegantes não foi suprimida da concessão, que tem 30 anos de vigência. Ela continua prevista, mas não é obrigatória na primeira fase de execução. Vamos monitorar conjuntamente e assim que o investimento se justificar, por aumento de demanda, essa pista poderá ser feita”, explicou o secretário de Aviação Civil.

Informações do Ministério da Infraestrutura

Leia mais: