Por vários ângulos, veja o Airbus que agora completa a frota patriota da Azul

A chegada do mais novo jato Airbus A321neo da Azul é também um marco da empresa, que agora tem a Bandeira do Brasil em cada família de aviões que opera.

O A321neo de matrícula PR-YJE, batizado de “Bandeira Azul”, chegou ontem, dia 29 de dezembro, no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins (MG), após um voo de entrega que saiu de Hamburgo, na Alemanha, e parou na Ilha do Sal, em Cabo Verde.

Configurado para levar até 214 passageiros, este A321neo é o quinto avião deste modelo na companhia, e o primeiro a ter a bandeira pintada por toda a fuselagem entre os que são da família A320 (que também compreende o A318, A319, A320 e A321, sendo apenas estes dois últimos operados pela Azul, na versão “neo” mais moderna).

O primeiro avião da Azul a receber tal arte patriota foi o PR-AYV, um Embraer E195-E1 fabricado em 2011 e entregue para a companhia com a bandeira envolta. Batizado de Azul Brasil, foi o 11º exemplar do modelo a integrar a frota, até então o maior avião já fabricado no país, até o lançamento posterior do KC-390 e dos E195-E2.

Depois dele, foi a vez do A330-200 de matrícula PR-AIV ostentar a bandeira. Utilizado em voos internacionais e batizado de Nação Azul, continua até hoje como o maior avião a ter o símbolo nacional estampado.

Seguindo a tradição, a TwoFlex, quando foi comprada e integrada à Azul, depois se tornando Azul Conecta, também pintou um Cessna C208B Grand Caravan, matriculado PT-MEJ, com a bandeira nacional.

Divulgação – Azul

Por fim, faltavam apenas dois modelos de aviões para representar toda a frota da empresa: um da família Airbus A320 e outro dos turboélices da ATR.

E ambos chegaram praticamente juntos, vindo novos de fábrica neste final de dezembro para então se encontraram em Confins. O bimotor ATR 72-600 de matrícula PR-AKO chegou na última segunda-feira e o A321neo PR-YJE, na quarta-feira.

Ambas as novas aeronaves, junto aos outros dois ATR 72-600 com pintura padrão que também chegaram na segunda-feira, estão sendo preparadas para entrar em serviço na malha de voos da companhia nas próximas semanas, sendo os últimos aviões que a Azul recebe neste ano 2021.

Carlos Martins
Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias