Portugal começa a exigir teste de Covid a passageiros que chegam da China

O governo de Portugal começou a exigir testes de Coronavírus para passageiros oriundos da China após a nova onda da doença.

Foto por Clément Alloing

A medida tem sido adotada por vários países, já que a China tem flexibilizado sua política de “COVID Zero” após vários protestos e que, devido a reabertura do comércio, aumento da circulação de pessoas em locais públicos, baixa vacinação de pessoas mais velhas e pouca aplicação de doses de reforço, tem levado a um aumento estratosférico de casos e surgimento de novas variantes.

Embora o número de mortes não tenha acompanhado esta nova onda, os governos ocidentais temem que as novas variantes sejam altamente transmissíveis, podendo contaminar várias pessoas rapidamente e impactar novamente a economia.

Segundo o portal de notícias SIC apurou, a partir da primeira hora deste sábado (7), qualquer passageiro oriundo da China deverá apresentar um teste negativo feito 48h antes da decolagem para Portugal. Além disto, na chegada serão feitos testes aleatórios com alguns passageiros.

Não está claro qual medida será tomada caso a pessoa teste positivo no aleatório. A medida visa principalmente o voo JD-435 que é feito uma vez por semana pela Capital Airlines, de Hangzhou para Lisboa, com Airbus A330 que levam até 292 passageiros.

Esta empresa chinesa, do grupo Hainan, tem acordo de compartilhamento de voos com a TAP Air Portugal e com a Azul Linhas Aéreas, conectando passageiros para o Brasil.

Carlos Martins
Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Passageira seminua cospe em comissários por querer upgrade para classe executiva

0
O caso teria ocorrido após a passageira querer um upgrade para um assento na Classe Executiva, enquanto voava de Abu Dhabi para Mumbai.