Prestadora de serviços de solo da GOL é acusada de descumprir direitos trabalhistas

Imagem apenas ilustrativa – Fonte: Will Recarey / VINCI Airports

O Sindicato Nacional dos Aeroviários (SNA) informa hoje, 28 de setembro, que profissionais da World Service, prestadora de serviços da Gol Linhas Aéreas, pedem apoio devido à terceirizada descumprir uma série de direitos trabalhistas, causando graves prejuízos à categoria.

Segundo o Sindicato, as denúncias recebidas pela categoria indicam que a prestadora de serviços da Gol:

– Não está pagando regularmente vale transporte, nem ticket alimentação;

– Ainda não pagou a segunda parcela do décimo terceiro de 2020.

O SNA afirma que já está em contato com as empresas e o MPT (Ministério Público do Trabalho) para que medidas adequadas sejam adotadas, e destaca também que, caso as irregularidades não sejam imediatamente resolvidas, dirigentes sindicais vão iniciar processo de mobilização das atividades no Aeroporto de Salvador (BA), principal local onde trabalhadores e trabalhadoras são prejudicados.

O Sindicato discorre que os trabalhadores descrevem que, ao questionarem a gerência da prestadora de serviços, tiveram como resposta “quem acha que o sapato está apertado, procure outros sapatos”.

O SNA considera a atitude “uma total falta de sensibilidade por parte da World Service, que além de descumprir a legislação trabalhista, não aceita dialogar e impõe discurso abusivo aos seus profissionais”.

A direção do SNA acionou o MPT para mediar audiência com a Gol, pois considera que a empresa, ao contratar os serviços da World Service, deve ser co-responsabilizada pelos abusos por sua prestadora de serviços.

O Sindicato finaliza destacando que vai manter a categoria informada sobre os próximos passos e que os profissionais devem ficar atentos aos canais de comunicação e manter contato constante com dirigentes sindicais.

Informações do Sindicato Nacional dos Aeroviários

Murilo Basseto
Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e com Pós-Graduação em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Seguradora do avião do acidente da Chapecoense vai aumentar indenização às...

0
Houve um compromisso da operadora em aumentar o valor do Fundo Humanitário criado para indenizar as 71 famílias das vítimas da tragédia.