Previsão de verão histórico na malha aérea internacional do Brasil

Avião Boeing 747-400F
Boeing 747-400

A Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo, conhecida também como Embratur, ou o antigo Instituto Brasileiro de Turismo, informou nessa semana que a conectividade do Brasil com o mundo segue viés de alta, tendo registrado 4.367 voos internacionais em novembro de 2022.

Isso significa, segundo a Agência, uma operação em torno de 95% do que era apresentado em 2019 – último ano antes da pandemia – e um acréscimo de 44,54% em relação ao mesmo período de 2021.

A proximidade dos 100% de recuperação, mesmo em um mês considerado de baixa temporada para o turista, reforça a expectativa de um verão histórico no país. Prova disso é que, conforme levantamento da Gerência de Inteligência Mercadológica e Competitiva da Embratur junto à Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA),  mais de 1,02 milhão de passagens internacionais já foram compradas para curtir destinos do Brasil entre dezembro de 2022 e março de 2023.

“A Embratur realiza reuniões constantes com companhias aéreas mundiais em busca de ampliar nossa conectividade. Além disso, lançamos campanhas recentes nos Estados Unidos, na Europa e na América Latina, nas quais nosso verão é tratado como diferencial para o turista estrangeiro. Esse número expressivo de passagens já compradas confirma a assertividade das ações”, afirma o presidente da Embratur, Gilson Machado Neto.

Os Estados Unidos seguem liderando o ranking de passagens aéreas compradas para o verão 2022/23 no Brasil. Até o momento, quase 200 mil bilhetes foram adquiridos de cidades norte-americanas com destino a cidades brasileiras.

Em segundo lugar está a Argentina, com pouco mais de 195 mil passagens. Portugal (68.169), Chile (58.314) e Itália (42.878) completam o Top-5.

Em crescimento

Outra informação levantada pela Gerência de Inteligência da Embratur aponta que há previsão de 190 novos voos, retomadas de voos ou ampliação de frequência de voos entre o período de novembro de 2022 e julho de 2023. De janeiro a novembro de 2022, 138 novos voos entraram em operação e outras 128 foram adicionadas em rotas já operadas.

A Agência ressalta que realiza reuniões constantes com companhias aéreas mundiais, além de sempre abordar a importância desse tema durante as ações internacionais.

Na New York International Travel Show (NYITS), realizada em outubro, Embratur, Azul e Gol confirmaram a retomada de cinco voos diretos entre Manaus e os Estados Unidos. A Azul começa a operar três voos semanais de ida e volta entre a capital do Amazonas e Fort Lauderdale, na Flórida, a partir de 15 de dezembro, enquanto a Gol terá dois voos por semana, também de ida e volta, mas a partir de 17 de dezembro.

No mesmo mês, em Londres, durante a World Travel Market (WTM), a LATAM anunciou voos ligando o Brasil à África do Sul, a partir de julho de 2023, em cerimônia dentro do estande da Embratur. A rota será operada em três voos semanais de cerca de nove horas de duração, ligando as cidades de São Paulo e Joanesburgo.

Informações da Embratur

Murilo Basseto
Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e com Pós-Graduação em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Pesquisa do ITA que aborda uso de drones sobre o mar...

0
O algoritmo desenvolvido durante os estudos pode contribuir nas ações de Força Aérea de Patrulha Marítima e de Reconhecimento Aeroespacial.