Início Indústria Aeronáutica

Primeiro (e raro) Airbus A319neo para uma companhia aérea é avistado na fábrica

Uma rara imagem de um Airbus A319neo para uma companhia aérea emergiu na internet nesse final de semana, quando o fotógrafo alemão Dirk Grothe registrou o jato ainda na fábrica de Hamburgo e compartilhou-a em seu perfil no Twitter, veja abaixo (espere carregar).

Diferente da série anterior, que vendeu 1.486 unidades, o A319neo não chegou a 100 até agora. Para ser exato, foram 84 unidades vendidas a apenas um punhado de clientes, muitos deles clientes VIP e governos, que voarão a versão executiva do jato, segundo o livro de pedidos da Airbus. Outros 47 deles, vão para a Spirit Airlines dos Estados Unidos, dois vão para a Costa do Marfim e 30 são de clientes não-revelados.

No entanto, em meio à pandemia, a empresa chinesa China Southern acabou tendo sua pintura estampada numa dessas aeronaves. Vale lembrar que, na tabela de outubro da Airbus, não havia registro de pedidos da chinesa para o modelo, no entanto, uma matéria do jornal South China Morning Post de outubro já indicava que isso deveria acontecer. Dessa forma, entende-se que esses dois jatos da China Southern estavam dentre os 30 não-revelados.

Portanto, esse jato da foto é o primeiro a ostentar as cores de uma empresa aérea. Antes deles, outros três haviam sido construídos, sendo um protótipo de testes e dois de uso executivo.

Embora o mercado de aeronaves do porte do A319neo seja um dos mais importantes do mundo, ele não registra muitas vendas, pois tem sido ocultado por outro membro da família, o Airbus A220, cuja versão maior se equipara ao A319 na faixa de 120 a 150 assentos.

Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.