Primeiro Embraer da Força Aérea Americana recebe vistosa pintura da II Guerra

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

A Força Aérea Americana (USAF) está próxima de receber oficialmente seu primeiro A-29 Super Tucano, o qual terá uma pintura muito especial.

A aeronave faz parte de um contrato sigiloso entre a USAF e a Sierra Nevada, parceira da Embraer para produção do A-29 Super Tucano nos EUA. O acordo prevê a chegada de três aeronaves, que serão utilizada e avaliadas pelo 6º Esquadrão de Operações Especiais da USAF, que tem uma tradição de operar equipamentos que não fazem parte do inventário oficial americano, exatamente pelo sigilo de suas missões.

Dentre essas máquinas, estão o helicóptero russo Mil-Mi-17 e o bimotor Antonov An-26, que costumam não ter o “uniforme” padrão da USAF, sendo bem discretos.

A primeira aeronave Super Tucano, a mesma da foto que abre essa matéria, será entregue em breve e foi flagrada no Aeroporto Centennial, em Denver, no Colorado. De número de série 20-2102, ela tem a pintura utilizada pelos caças P-51A Mustang da USAAF na Segunda Guerra, mais especificamente a pintura de faixas utilizada pelo 1st Special Operations Wing, ou 1º Ala de Operações Especiais, que precedeu o esquadrão onde irá voar o A-29.

Note que a USAF já havia “recebido” Super Tucanos antes, mas como parte de uma encomenda de aeronaves que operariam no Afeganistão, uma parte dos esforços americanos visando dar maior estabilidade ao país asiático.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias