Primeiro jato Embraer E2 da canadense Porter já está quase pronto na fábrica

A futura potencial maior operadora de jatos Embraer E2 está cada vez mais próxima de receber seu primeiro avião, que já está em fase final de montagem na fábrica brasileira.

Divulgação – Embraer

A empresa canadense, que atualmente só opera turboélices e que chegou a assinar um contrato para comprar o Airbus A220, concorrente da Embraer, mas mudou de planos, se tornou no ano passado a principal cliente para os jatos E2 da fabricante brasileira. No pacote, foram encomendados até 80 aviões (somando pedidos firmes e opções), superando a Azul, que fez anos atrás um pedido 75 aeronaves do mesmo modelo.

Se todas as unidades do pedido forem confirmadas, a Porter se posicionará como a maior operadora mundial dos jatos E2.

E, por falar nisso, a construção do primeiro, que se iniciou em março, tem avançado. Se antes as asas e cauda foram juntadas ao corpo da fuselagem, mais recentemente pessoas próximas da fabricante informaram que também os motores já foram colocados e que, em breve, o avião deverá realizar seu primeiro teste de táxi. Depois disso, serão realizados alguns testes em voo, até chegar na aceitação do cliente, que precede a entrega.

O primeiro avião será entregue ainda neste semestre e a Porter será a primeira operadora do E2 na América do Norte.

Carlos Martins
Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias