Privatização dos aeroportos do Galeão e Santos Dumont, no Rio, é barrada por Lula

A concessão dos aeroportos cariocas do Galeão e do Santos Dumont foi parasalida a pedido do presidente eleito, Luís Inácio Lula da Silva.

Divulgação – GOL / Cássio Vasconcellos

O Aeroporto Internacional do Galeão já havia sido privatizado anos atrás, durante o governo Dilma Roussef, mas devido a diversos problemas, incluindo uma projeção superestimada na época do leilão, condenações judiciais da Odebrechet, que era uma das sócias, e queda drástica na demanda, a concessionária optou por devolver a concessão.

Com isso, o aeroporto seria leiloado novamente, provavelmente depois do Aeroporto Santos Dumont, o último dos grandes aeroportos brasileiros ainda geridos pela estatal Infraero. Entretanto, uma pressão da bancada carioca junto ao governo de Bolsonaro fez com que o Ministério da Infraestrutura mudasse o formato dos leilões e combinasse os dois aeroportos num único lote, onde quem levar o Galeão, também deveria ficar com o Santos Dumont.

A expectativa era que o leilão fosse acontecer no final deste ano ou no início do ano que vem, mas a equipe de transição do presidente eleito Lula já pediu para que o processo seja suspenso, o que teria sido acatado, segundo reporta a Folha de São Paulo.

Segundo o jornal, a Secretaria de Aviação Civil decidiu “suspender os estudos da privatização até a chegada do novo governo”. Faltava apenas mais uma etapa, com entrega de dados do Galeão, para que o modelo de concessão fosse elaborado e entregue para ser formada a chamada para o leilão.

Agora, o projeto do modelo de concessão está congelado até Lula tomar posse e decidir qual será o futuro dos aeroportos cariocas. A SAC já correu atrás e estendeu os contratos de aluguel de espaços no Santos Dumont, que não seriam renovados, já que a Infraero iria sair e a nova concessionária ficaria responsável por negociar com as empresas que ali estão.

Até o momento, não está claro se o governo Lula irá desistir da privatização e se terá alguma mudança no modelo de concessão, que foi uma das grandes pautas do último governo federal do PT.

Carlos Martins
Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias