Projeto Stout da Embraer é cancelado pela FAB por falta de dinheiro

A possível primeira aeronave brasileira de quatro motores, conhecido como Embraer Stout, não deverá passar de um conceito e será abandonado.

O conceito STOUT, sigla em inglês para Short Take-Off Utility Transport, que traduzida para o português brasileiro significa Aeronave Utilitária de Transporte com Decolagem Curta, foi apresentado em novembro de 2020, durante um seminário militar.

O projeto chamou a atenção pela sua inovação, já que seria a primeira aeronave de quatro motores fabricada no Brasil, além de contar com um sistema híbrido de propulsão, com motores elétricos e turboélices. Outro ponto chave era o desenho de uma aeronave utilitária capaz de operar em pistas curtas e não preparadas, visando substituir os atuais Embraer Bandeirante e Brasília.

Mas este conceito não irá para frente, ao menos agora. Segundo revelou o Brigadeiro Carlos Baptista, Comandante da Aeronáutica, o projeto está sendo encerrado devido a “não previsão de disponibilidade orçamentária suficiente nos próximos anos”.

Além do STOUT, o projeto UCAV, de uma aeronave não tripulada de combate, também desenvolvido em parceria com a Embraer, está sendo encerrado pelo mesmo motivo.

Não foi informado quais serão os planos da FAB para substituir as aeronaves Bandeirante e Brasília no futuro, assim como novos aviões não tripulados.

Carlos Martins
Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias