Início Acidentes e Incidentes

Quebra de para-brisas em alta altitude leva avião Airbus A321 a desvio repentino

Foto: Caroline Edmunds

Um Airbus A321neo da empresa britânica British Airways foi desviado de seu curso esperado por motivo de segurança, depois que uma das camadas do para-brisas da aeronave quebrou em voo. Com objetivo de mitigar o risco de quebra total, os vidros das aeronaves são compostos de várias camadas.

Uma passageira tirou uma foto após o pouso em Atenas (a aeronave estava voando para Rodes, também na Grécia, originalmente) no sábado (24), em que mostra como ficou o vidro no lado esquerdo da cabine, onde senta o comandante.

Identificada como Caroline Edmunds, a viajante agradeceu: “Um grande ‘obrigado’ ao piloto da British Airways que nos desviou com segurança para Atenas depois que o para-brisa do nosso avião quebrou. Agora esperando por outro voo não tão dramático para Rodes”.

Uma investigação foi aberta para verificar a causa-raiz da quebra do vidro. A companhia aérea, por sua vez, se desculpou com os passageiros pelo desvio não esperado.

Apesar de notícias como aparecerem de tempos em tempos, a quebra de um para-brisa em altas altitudes é considerado um evento raro e, na esmagadora maioria das vezes, a quebra envolve apenas uma camada. No entanto, é possível acontecer a quebra total, como aconteceu em 2018, na China, com um voo da Sichuan Airlines, em que um dos pilotos acabou ferido.

Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.