Royal Zambian é a mais nova companhia a usar jatos Embraer em voos regulares

Recentemente, a empresa aérea especialista em fretamentos Royal Air Charters resolveu expandir seu escopo de atuação com a abertura de voos comerciais regulares, iniciando a ligação entre Lusaka, na Zâmbia, e Joanesburgo, na África do Sul. Junto com a aventura no novo mercado, foi criada a marca Royal Zambian Airlines.

De acordo com o site Mwebantu, a operação programada começa na quinta-feira, 17 de dezembro de 2020. Ela será realizada com o único EMB-145LR da controladora, o qual tem matrícula 9J-TST. Por enquanto, essa é a única rota regular, mas, no futuro, conexões poderão ser feitas no mesmo jato, além de dois EMB-120ER que a empresa já possui.

O novo participante encontrará forte concorrência na rota, que já é servida diariamente pela Proflight Zambia e Airlink, bem como três vezes por semana pela RwandAir. Outra empresa, a Zambia Airways, uma start-up criada pela estatal Industrial Development Corporation e a Ethiopian Airlines, deve entrar na rota também.

A Royal Air Charters opera fretamentos privados na Zâmbia e sul da África desde 2007, tendo sido criada como um veículo de investimento direto estrangeiro pelos seus acionistas. A operação regular é totalmente apoiado pela equipe de manutenção de base da Royal Air Charters.

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias