Russo viraliza reclamando do preço dos voos e do ‘avião que treme’ no Brasil

O relato de um russo que estava visitando o Brasil tem ganhado repercussão na internet, principalmente por suas palavras sobre os voos no país.

Divulgação – ATR

O turista em questão é Aleksey Vyrypaev, que estava visitando o Brasil nas últimas semanas, até ir embora na quarta-feira, se dizendo frustrado com a experiência.

O seu relato (abaixo, em russo original) fala sobre ter sido roubado em Santos e ficar 5 dias sem dinheiro até poder sacá-lo numa agência da Western Union. Já em Belo Horizonte, ele foi roubado novamente enquanto dormia numa barraca, e teve que ficar em motéis (que só depois ele descobriu que no Brasil o principal uso deste tipo de hospedagem não é, necessariamente, para apenas dormir e descansar).

De tudo o que o Vyrypaev falou, chamou a atenção sua reclamação sobre o setor aéreo. Segundo ele, na Rússia é possível viajar de Iochkar-Ola para São Petesburgo por apenas 400 reais (distância de 1.000 km) enquanto no Brasil a mesma distância seria três vezes mais cara, em torno de R$1.320 reais.

Postando uma foto de aviões ATR no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, ele relata que são apertados com pequenas asas, que “tremem incrivelmente” e que é uma loucura viajar neles. Naturalmente, ele ignorou todo o histórico de boa segurança do ATR em todo o mundo.

O relato de desabafo do russo foi compartilhado por páginas de Belo Horizonte e gerou revolta de várias pessoas, apesar de muitas concordarem com a alta dos preços da passagens e da insegurança nas ruas do país. No mais, não se sabe qual parâmetro o russo utilizou para comparar com a aviação brasileira, mas os índices de segurança no Brasil são muito melhores do que na Rússia, seu país natal, por exemplo.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Estatal venezuelana Conviasa anuncia voos inéditos para a China com escala...

0
A partir de 30 de julho, a Conviasa operará voos entre a Venezuela e a China com escala técnica no Irã. A estatal terá um serviço direto entre