Se a coisa apertar na Rússia, Aeroflot diz que está pronta para comprar aéreas concorrentes

Foto: ITAR-TASS/Ruslan Shamukov

O Grupo Aeroflot está pronto para adquirir outras companhias aéreas em caso de decisões estatais relevantes num futuro próximo, disse o CEO da empresa, Sergey Alexandrovsky, em entrevista à RBC.

“Se falamos sobre as probabilidades de reduzir o número de companhias aéreas no mercado, então, por nossa vez, não consideramos nenhuma ação “proativa” relacionada às aquisições por outras empresas”, disse Alexandrovsky, querendo dizer que a Aeroflot teria prioridade no processo.

A Aeroflot é uma empresa com uma parcela significativa de participação estatal, e somente se quaisquer decisões forem tomadas nessa direção, então certamente implementaremos. Mas agora essas questões não estão na pauta“, continuou.

O Grupo Aeroflot inclui as companhias aéreas Aeroflot, Rossiya e Pobeda. Com capital do estado, a empresa tem maiores chances de permanecer operacional no longo prazo, considerando que as sanções ocidentais sobre a aviação russa, por conta da invasão da Ucrânia, ainda devem causa um enorme peso para as outras companhias secundárias do país do presidente Vladimir Putin.

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Infraero abre leilão para interessados em vender publicidade nos divisores de...

0
Ainda na condição de administradora do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, a estatal Infraero abriu um edital licitatório para concessão