Início Controle de Espaço Aéreo

Sistema de NOTAM do Canadá também sofreu uma falha, pouco depois dos EUA

Aeroporto Internacional Pearson de Toronto  – Jiaqian AirplaneFan, CC BY 3.0, via Wikimedia

A provedora de serviços de controle de tráfego aéreo do Canadá, a NAV CANADA, informou na tarde da última quarta-feira (11) que o sistema de entrada NOTAM também sofreu uma falha, após o ocorrido nos Estados Unidos (que levou a um caos nos aeroportos americanos)

A falha canadense não afetou a consulta de NOTAMs já publicados anteriormente, mas afetou o carregamento de novas notificações. De qualquer forma, a agência indicou que não houve atrasos de voos relacionados a esta queda, conforme noticiou o Aviacionline.

Por meio de um comunicado à imprensa, a NAV CANADA informou: “Estamos avaliando os impactos em nossas operações e forneceremos atualizações assim que estiverem disponíveis”.

O início do problema havia sido reportado às 17h38 GMT, no entanto, às 19h17 GMT, a agência informou que o sistema foi restabelecido e que uma investigação já apurava os fatos para constatar as causas de sua falha.

A situação que o Canadá viveu é impressionante porque coincidentemente ocorreu horas depois de uma situação semelhante ter ocorrido nos Estados Unidos, quando na manhã da quarta-feira o sistema NOTAM da Administração Federal de Aviação (FAA) caiu completamente.

A falha catastrófica no sistema causou milhares de atrasos em todos os Estados Unidos, após a FAA a emitir o Ground Stop, uma ordem de paralisação completa das decolagens em todo o país.

Em uma última atualização, a FAA disse: “continuamos uma revisão completa para determinar a causa raiz da interrupção do sistema NOTAM (Notice to Air Missions). Nosso trabalho preliminar rastreou a interrupção até um arquivo de banco de dados danificado. No momento, não há evidências de um ataque cibernético“.

Estamos trabalhando diligentemente para identificar as causas desse problema e tomar todas as medidas necessárias para evitar que esse tipo de interrupção ocorra novamente“, completou a agência em sua conta no Twitter.

Leia mais: