TAP Air Portugal corta 3.500 voos após queda na demanda devido à epidemia global

Com o agravamento da crise causada pela doença COVID-19 na Europa, a TAP Air Portugal emitiu novo comunicado, aumentando os cancelamentos de voos. Segundo a empresa, ela continua a monitorar dinamicamente o desenvolvimento do surto de coronavírus e a tomar as medidas necessárias para minimizar o sério impacto econômico dessa situação da maneira mais ágil possível.

Para tanto, a companhia aérea decidiu reduzir sua capacidade nos próximos meses em cerca de 2.500 voos, além da redução de 1.000 voos anunciados na semana passada. Isso significa que haverá uma redução total de 3.500 voos, equivalente a 7% de todos os voos programados para março, 11% dos voos em abril e 19% dos voos em maio.

Essas medidas são justificadas pela recente queda no número de reservas de viagens nos próximos meses.

Segundo a empresa, sua prioridade desde o surto do coronavírus é proteger a saúde dos funcionários e passageiros, com a companhia aérea trabalhando e colaborando ativamente com os órgãos mais importantes, como a Direção Geral de Saúde, World Health Organização, ECDC, CDC, IATA, ICAO e EASA.

A companhia aérea ativou seu plano de contingência no início do surto. Este plano inclui todas as recomendações e procedimentos descritos pelas autoridades sanitárias nacionais e internacionais.

Abrangência dos cortes

Os cancelamentos agora anunciados continuam focados principalmente nos serviços que operam nas cidades das regiões mais afetadas, especialmente na Itália; no entanto, também haverá uma redução de serviços para outros destinos europeus que demonstraram maiores quedas na demanda, como Espanha e França.

Os cancelamentos também afetam alguns voos intercontinentais, o que é inevitável, dado o modelo operacional da TAP como uma companhia aérea de longa distância e com conexão.

A TAP entrará em contato com todos os passageiros afetados por esses cancelamentos e buscará as melhores opções e alternativas que lhes permitam fazer suas viagens.

Para garantir maior flexibilidade e oferecer aos clientes maior tranquilidade, desde ontem a TAP está permitindo alterações de voos gratuitas para reservas feitas antes do final de março. Agora, os clientes da TAP podem alterar a data da viagem ou o destino de qualquer passagem comprada entre 8 e 31 de março sem ser cobrada uma taxa de alteração.

A isenção da taxa de alteração está disponível para voos operados pela TAP em todas as rotas, datas e tarifas (exceto tarifas com desconto) quando os bilhetes foram comprados durante o mês de março. Os clientes TAP Miles & Go e Corporate também são elegíveis para esta oferta.  

O pedido de alteração deve ser feito pelo menos 21 dias antes da partida.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias