Terminal 1 do aeroporto de Guarulhos alaga com chuva de granizo e fica interditado

Uma forte chuva no final da tarde de domingo (20) causou danos a um dos terminais do Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, o mais movimentado do país.

Imagem: Delfim Martins / GRU Airport

Moradores da cidade de Guarulhos relataram chuva de granizo e o boletim meteorológico do aeroporto reportou 49 nós (90 km/h) de rajadas de vento, junto de forte tempestade, com visibilidade horizontal de menos de 2 mil metros.

Com isso, alguns aviões como o Boeing 787 da Avianca procedente de Bogotá, foram desviados para o Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, e outros fizeram várias voltas (órbitas ou padrões de espera) até conseguirem pousar, como foi o caso de um Airbus A350 da British Airways vindo de Buenos Aires, que faria uma escala, antes de seguir até Londres.

No entanto, a parte que mais chamou a atenção foi a do Terminal 1, operado exclusivamente pela Azul e que está ao lado do Terminal de Carga Aérea, mais afastado do centro do aeroporto.

Vídeo gravados pelo usuário do Facebook Emmanuguim Spotter mostram o interior do terminal com várias partes alagadas e cachoeiras caindo dentro do terminal, na área de embarque.

O Terminal 1 ficou fechado durante vários meses na pandemia, quando os voos foram severamente reduzidos em Guarulhos (e em todo o mundo).

Segundo informações que circulam nas redes sociais, o dano foi tão extenso que a Azul teve que mudar para o Terminal 2 na Asa D de maneira provisória, mas sem data para retornar para o Terminal 1. Os passageiros que tiverem voo pela companhia em Guarulhos devem estar atentos à mudança.

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Gol trata de novos voos para Campina Grande (PB) e ampliação...

0
Durante o encontro foram tratadas novas perspectivas de investimentos e o empenho para a ampliação da pista de pouso do aeroporto.