Transporte aéreo dos Correios do Brasil recebe importante reconhecimento internacional

Foto: Correios

A Correios do Brasil receberam, na última semana, um reconhecimento da União Postal Universal, entidade vinculada à ONU, como um operador logístico confiável para o transporte aéreo internacional de carga. Isso significa que o serviço postal brasileiro, mantido atualmente pelo estado, segue plenamente as diretrizes de qualidade e fiscalização no que diz respeito à segurança do transporte por avião.

Tal certificação é importante, pois assegura que as encomendas enviadas pelos correios brasileiros são verificadas antes do embarque em aeronaves, de tal forma que asseguram que produtos proibidos são barrados, assim como mercadorias que podem representar um risco à segurança do voo são tratadas adequadamente.

Como parte do processo, não apenas as operações de rampa, próximas das aeronaves, foram verificadas, mas também as instalações operacionais, por onde as encomendas trafegam. Tal checagem busca verificar controles de segurança que mitiguem o risco de entrada de produtos ilícitos em aeronaves.

Todos os dias, muitos milhares de pacotes e cartas são despachados usando a estrutura dos Correios. Na parte aérea, a empresa possui acordo com companhias que transportam suas encomendas através de uma rede dedicada todas as noites, a Rede Postal Noturna (RPN), assim comose utiliza dos porões de aviões de passageiros em aeronaves das maiores empresas aéreas nacionais.

Recentemente, como parte de sua parceria com a Sideral Linhas Aéreas (que opera voos da RPN), os Correios personalizaram duas aeronaves Boeing 737F com suas cores, como mostra a foto que abre esta matéria.

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

O avião criado para jamais ser usado, mas que está de...

0
Recentemente, no dia 28 de julho de 2022, pousou na Base Aérea de Brasília o Boeing E-4B Nightwatch, uma variante do versátil Boeing 747