Ucraniana SkyUp se vira como pode em meio à guerra e aluga mais um Boeing 737

Imagem: Eric Salard / CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons

A empresa turca Tailwind Airlines está dando uma mão para a companhia aérea low-cost SkyUp, da Ucrânia, e alugou um de seus Boeing 737-800, com o qual vai operar voos fretados de Antalya para os países bálticos.

O diretor administrativo da Tailwind Airlines, Mehmet Bostan, confirmou à ch-aviation que o wet-lease foi contratado até 31 de outubro de 2022. Atualmente, a frota da empresa aérea turca é composta apenas jatos mais antigos, totalizando cinco Boeing 737.400.

Assim como a maior empresa da Ucrânia, a Ukraine International Airlines, a SkyUp também busca formas de gerar receitas, num momento em que os aeroportos do seu país estão fechados (ou destruídos) e o espaço aéreo segue proibido para voos civis por conta da invasão russa iniciada em 24 de fevereiro. O aluguel das aeronaves que estão fora da Ucrânia é uma dessas formas de conseguir algum dinheiro para pagar a equipe.

Além do jato alugado para a Tailwind, a SkyUp alugou outros três para a Corendon Europe (subsidiária maltesa da empresa de matriz turca), além de um para a Air Moldova. A transportadora ucraniana disse ao jornal polonês Rynek Lotniczy que, devido ao contrato de locação e fretamentos, incluindo operações de carga humanitária, cerca de 40% de sua equipe está atualmente ativa.

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

O avião criado para jamais ser usado, mas que está de...

0
Recentemente, no dia 28 de julho de 2022, pousou na Base Aérea de Brasília o Boeing E-4B Nightwatch, uma variante do versátil Boeing 747