Veículo de descongelamento é tombado por avião A350 no aeroporto de Moscou

O veículo tombado, em cenas do vídeo que você assiste abaixo

Um avião da companhia russa Aeroflot, que deveria partir do Aeroporto Sheremetyevo, de Moscou, com passageiros que viajariam a um resort mexicano em Cancún, sofreu um incidente de solo ao colidir com um veículo.

Segundo a mídia russa, a agência TASS relatou que uma fonte nas equipes de serviço do aeroporto informou que a asa do Airbus A350-900 atingiu, durante seu taxiamento, um caminhão de descongelamento de aviões, o chamado processo de de-gelo (“de-ice”, em inglês).

Um vídeo que circula pelas redes sociais, gravado por um passageiro de outro avião que passava pelo local, mostra o caminhão tombado ao lado da aeronave:

O motorista ficou ferido e foi levado a um hospital, enquanto a bordo da aeronave não houve vítimas. Por sinal, os pilotos nem mesmo teriam se dado conta do incidente, continuando o movimento do A350, até que os passageiros alertaram a tripulação.

A colisão ocorreu na manhã desta quinta-feira, dia 16 de dezembro, quando a aeronave estava taxiando para a pista, e a causa do incidente ainda é desconhecida.

Dados das plataformas de rastreamento online de voos mostram que o A350-900 envolvido foi o registrado sob a matrícula VP-BXC. Ele saiu do pátio e se deslocou até uma posição na área de de-gelo de aeronaves, e depois não mais se moveu, sendo, possivelmente, este o local do incidente:

A posição final da aeronave – Imagem: FlightRadar24

O voo SU-158 deveria ocorrer às 8h55 (horário local), e após a ocorrência foi adiado para as 13h00 para que houvesse tempo de troca de aeronave. No fim, o voo partiu às 14h26 com o também A350-900 de matrícula VP-BXD.

Até a publicação desta matéria, ainda não havia informações a respeito da extensão de possíveis danos à asa da aeronave e da situação de saúde do motorista do veículo.

Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias