Veja a reação de funcionário do aeroporto de Vilhena ao dar de frente com uma onça pintada

Foto: Bombeiros

Um fato inusitado foi registrado no aeroporto Brigadeiro Camarão, em Vilhena, Rondônia, quando uma onça invadiu o posto de abastecimento de aeronaves localizado dentro do sítio aeroportuário por volta da seis horas da manhã deste sábado, 9 de abril.

Um funcionário da empresa que abastece as aeronaves estava prestes a subir em um dos veículos de abastecimento de aeronaves, quando foi surpreendido pela enorme onça debaixo do caminhão. Quando percebeu a presença do animal, ele se afastou rapidamente.

Ele contou em vídeo sua reação (abaixo, espere carregar).

O homem imediatamente acionou o corpo de bombeiros militares e informou sobre a presença do felino de grande porte nas dependências do aeroporto. Os profissionais, preparados, constataram a presença de uma onça pintada adulta e iniciaram o plano de captura, inclusive acionando órgãos ambientais para também acompanhar o caso. Ato contínuo, biólogos, veterinários e outros especialistas em animais estiveram no local para definir qual a melhor forma de capturar o felino sem que lhe causasse algum dano.

Por se tratar de um fato que nunca ocorrido no local, o plano de captura transcorreu por todo o dia, sendo necessária a vinda de um biólogo de outro município distante 250 km de Vilhena, o qual possui um rifle específico para lançamento de dardo tranquilizante.

Após a chegada do profissional, no meio da tarde, então iniciou de fato a ação de captura. Até o fechamento dessa matéria, às 18h00 no horário local, o animal ainda não tinha sido capturado.

ATUALIZAÇÃO: a onça foi finalmente capturada no início da noite.

Texto por Wal Silva

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Fósseis do maior dinossauro já descoberto embarcam em dois Boeing 787...

0
A British Airways transportou com sucesso os restos fósseis do maior dinossauro descoberto até hoje, da Argentina, onde foi