Vídeo chama atenção ao mostrar subida e mergulho do avião no voo de “Gravidade Zero”

O avião em uma forte subida, em cena de um dos vídeos que você assiste abaixo

Você talvez já tenha ouvido falar e até visto vídeos dos famosos voos de “Gravidade Zero”, em que pessoas flutuam dentro do avião como se estivessem em uma das naves espaciais que são lançadas por foguetes rumo à órbita da Terra.

Mas hoje trazemos um interessante vídeo, que frequentemente volta a chamar atenção pelas redes sociais, em que uma pessoa a bordo de um destes voos gravou, pela janela, toda a sequência do movimento que leva ao resultado dessa sensação semelhante a estar livre da ação da gravidade.

Conforme as imagens abaixo nesta matéria, pela posição da asa é possível acompanhar que há inicialmente uma incrível subida de alto ângulo de inclinação (nariz da aeronave para cima), em torno de 45º em relação à horizontal, resultado do movimento dos pilotos de puxar os comandos de voo.

Depois, os pilotos começam a reverter o movimento, reduzindo gradativamente o ângulo de ataque. É exatamente neste processo, em que os pilotos estão empurrando os controles para abaixar o nariz da aeronave, que as pessoas flutuam em seu interior, como se seus corpos estivessem tentando continuar a subir enquanto o avião está começando a descer.

O movimento é continuado até que a asa é vista passando novamente pela posição horizontal (esse é o topo da trajetória) e então começa a apontar para o solo, agora em um ângulo cada vez mais negativo (nariz para baixo da horizontal), até cerca de -45º.

Quando é atingido este ângulo de intensa descida, os pilotos não mais empurram os controles da aeronave, encerrando-se assim a flutuação das pessoas no interior. A partir deste momento, os pilotos voltam a puxar os controles até a aeronave voltar ao voo nivelado.

Acompanhe no vídeo a seguir toda esta sequência descrita acima, e mais abaixo, veja também outra gravação, desta vez de pessoas flutuando dentro de um avião, bem como mais informações sobre aspectos deste tipo de movimento de simulação de gravidade zero com a aeronave.

Esse tipo de voo, além de ser comercializado para pessoas que desejem experimentar a sensação (conforme o segundo vídeo logo abaixo), também é utilizado por pesquisadores para experimentos em ambiente de microgravidade sem a necessidade de ir ao espaço.

Ao contrário dos voos comerciais, em que há dois pilotos aos comandos, o voo de gravidade zero da empresa “Airbus A310 Zero G”, uma das mais conhecidas deste mercado, é pilotado simultaneamente por três membros da tripulação:

– o primeiro piloto controla o pitch (ângulo nariz para cima e para baixo);

– o segundo piloto controla o movimento de rotação (posição das asas na horizontal;

– o terceiro piloto, sentado atrás deles, controla o funcionamento do motor e monitora os parâmetros de voo: avisos, temperaturas e pressão.

Veja a seguir como fica a situação das pessoas no interior do avião durante os cerca de 20 segundos da sensação de falta de gravidade:

Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias