Início Acidentes e Incidentes

Vídeo mostra avião da Gol indo de encontro a um balão durante o pouso em Guarulhos

Um vídeo, publicado por nossos parceiros do SBGR Live, mostra o exato momento em que um balão solar de formato tubular cai no gramado do maior aeroporto do Brasil, após passar sobre a cima da pista onde pousava um Boeing 737 da Gol. O incidente foi registrado no dia 26 de outubro por volta do meio-dia, quando o jato do modelo Boeing 737-800, registrado como PR-GUM, fazia o voo G3-1267 ligando Navegantes a São Paulo.

As imagens mostram o jato se aproximando, enquanto o balão flutua sobre o terreno, levado pelo vento. No momento em que o avião toca a pista, o objeto ainda está lá, mas vai sendo lentamente empurrado para a esquerda da tela, saindo do caminho do Boeing. O piloto, então, avisa ao controlador da torre sobre a presença do intruso e informa sua posição.

Assista ao vídeo abaixo:

A presença de balões, por vezes, obriga os pilotos a realizarem manobras imprevistas em etapas delicadas do voo, como no pouso e na decolagem. Dependendo do contexto, a uma manobra evasiva pode se tornar perigosa. Além dos demais prejuízos que isso acarreta: atraso de voo, gasto de combustível desnecessário, complicações no tráfego aéreo, entre outros.

Numericamente, os estados que mais apresentam casos de balões próximos a rotas aeroviárias são São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná. Os artefatos, geralmente, são alçados aos céus durante reuniões comunitárias ou festas sazonais (como as Festas Juninas) e são de fácil fabricação, o que torna tal prática incontrolável e praticamente impossível assegurar que as regras de soltura de um balão livre não tripulado sejam cumpridas.

O regramento é estabelecido pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), que segue as normas da Organização Internacional da Aviação Civil (ICAO).

Basicamente, são três regras principais a serem seguidas:

– a soltura deve ser informada e coordenada com o DECEA;

– o artefato precisa de um mecanismo de interrupção de voo, caso saia do espaço aéreo reservado; e

– é necessário carregar consigo um mecanismo de rastreamento.

Além disso, qualquer presença de fogo no balão é totalmente proibida, de acordo com a lei ambiental.

Sair da versão mobile