Início Empresas Aéreas

Voepass se desfaz de outro avião ATR 72 e o manda embora do país

Foto ilustrativa

Na última sexta-feira (8), decolou de Ribeirão Preto rumo a Saint Malo, na França, o ATR 72-600 de matrícula PR-PDL (msn 1069), em devolução para o lessor como indica a revista alemã Slyliner. Através de plataformas de monitoramento de voos, foi possível verificar que o turboélice fez escalas em Natal, Ilha do Sal e Lanzarote (Ilhas Canárias), em seu trajeto rumo à Europa.

A Voepass Linhas Aéreas voou com essa aeronave desde outubro de 2019. Na companhia aérea paulista, tinha o nome de batismo “Bem-te-vi”, seguindo a tradição da empresa de batizar as aeronaves com nomes de aves.

Nas próximas semanas, outras movimentações são esperadas na frota da Voepass. Recentemente, a empresa havia devolvido uma outra aeronave e recebido três do mesmo modelo.

A rota foi capturada pelo Radarbox

Os que chegaram são:

– ATR 72-600 de matrícula PR-PDW (foto acima, msn 748), uma aeronave de 15 anos que começou sua vida na Irlanda e rodou por várias companhias europeias antes de ser arrendada pela Voepass.

– ATR 72-600 de matrícula PR-PDY (msn 760), de quase 15 anos e com histórico semelhante ao equipamento acima. Essa aeronave está em Natal, assim como o PDW e deve seguir depois para Belo Horizonte e Ribeirão Preto.

– ATR72-600 de matrícula PR-PDX (msn 1077), mais novo que os anteriores, com 9 anos recém completados, esse turboélice começou a voar na Índia, depois foi para Antígua e Barbuda, antes de ser arrendada pela Voepass. Este avião está a caminho do Brasil atualmente, segundo mostra a programação do Radarbox. A aeronave decolou de Nassau (Bahamas) e passou por Bridgetown (Barbados) e Georgetown (Guiana), e seguirá para Natal, antes de depois partir para Belo Horizonte e, finalmente, Ribeirão Preto.

Os que estão saindo

Além do PR-PDL, informado nesta publicação, há outras duas aeronaves indicadas nesta condição de saída da frota:

– ATR 72-600 de matrícula PR-PDN (msn 1109), deixou o Brasil no começo de junho. Trata-se de uma aeronave de nove anos, que chegou para a Voepass em outubro de 2019, ficando, portanto, menos de três anos.

Segundo fontes (a confirmar), outro que deve ir embora é o ATR 72-600 de registro PR-PDO (msn 1297), de apens seis anos e que não voa desde fevereiro de 2022. Assim como o PDN, também chegou em 2019 para a Voepass. Essa aeronave ainda está parada em Ribeirão Preto.

Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.