Voo da GOL atrasa quase 12 horas e empresa é multada em R$350 mil

Um atraso de 12 horas em um voo da GOL levou o Procon ao aeroporto de Maringá, resultando numa multa para a companhia aérea.

Divulgação – GOL

Tudo começou com o voo matutino G3-1111, que liga a cidade paranaense a Guarulhos e que estava previsto para ser realizado pelo Boeing 737-700 de matrícula PR-GEA, uma aeronave que pernoitou em Maringá. No entanto, por algum problema técnico não detalhado, o voo não pôde ser realizado naquela aeronave.

Era terça-feira, 28 de dezembro. As horas se passavam e a GOL não teria dado uma previsão de troca do equipamento aos passageiros, que começaram a ficar irritados. Por ser um aeroporto com poucos voos, não existia outro avião disponível na mesma localidade, sendo necessário transladar um até Maringá.

A falta de informação causou revolta, como mostra o vídeo que circula nas redes sociais, mostrando o saguão do aeroporto lotado, com presença da Polícia e do PROCON.

Finalmente, por volta das 16h00, o Boeing 737-800 de matrícula PR-VBF decolou de Guarulhos vazio para poder buscar os passageiros isolados no interior do Paraná. E, ato contínuo, o voo só decolou às 17h58, praticamente 12 horas depois do previsto, que deveria ser 6h15, segundo dados da plataforma RadarBox.

O Prefeito de Maringá, Ulisses Maia, se pronunciou sobre o caso dizendo que “os 140 passageiros não receberam assistência ou justificativa pelo cancelamento até o meio da manhã” – embora a fala do político, há de se destacar que tratou-se, na verdade, de um atraso, mas não de um cancelamento. Ainda segundo Maia, o PROCON de Maringá multou a GOL em R$351,8 mil pela não prestação adequada dos serviços e pela falta de informação.

Mais tarde, no mesmo dia, o Procon emitiu um comunicado confirmando a multa à GOL. Entramos em contato com a empresa para mais informações e a GOL informou que não irá comentar o caso.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias