Voo de uma hora com jato Embraer se torna saga de quase três horas por causa da guerra

Foto de Дмитрий Саватеев, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia

O território de Kaliningrado, um pequeno enclave russo localizado entre a Polônia e a Lituânia, tem sofrido um crescente isolamento diante das sanções e isso afeta toda a economia local. Com suas escassas ligações aéreas não é diferente.

Os voos de Kaliningrado para Moscou, desde 27 de fevereiro estão sobrevoando o Mar Báltico até a região de Leningrado antes de virar bruscamente para o sul. A nova rota acrescentou cerca de 40 minutos ao tempo de voo, tornando-se uma viagem de duas horas.

Outro voo, de Kaliningrado a Minsk, na Bielorrússia, levava 58 minutos antes das sanções e era feito em linha reta. Agora, leva duas horas e meia para ser feito, já que precisa contornar os territórios de Lituânia, Letônia e Estônia. Dados da plataforma de rastreamento de voos FlightRadar24 ilustram a nova trajetória do voo EO-379, da empresa Pegas Fly, que é operado com aeronaves Embraer E190.

Com as restrições e as novas rotas, espera-se que os bilhetes aéreos fiquem substancialmente mais caros, sendo esse apenas mais um impacto de mais uma guerra em pleno século XXI.

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

LATAM deve pagar até 1,5 salário de participação de resultados para...

0
Uma das maiores companhias aéreas do país, a LATAM, anunciou que voltará a pagar participação de lucros para seus funcionários.