Voos são atrasados devido a manifestações e Procon-SP cobra aéreas de soluções

Aeroporto Internacional de Guarulhos

O Procon-SP notificou companhias aéreas nacionais e internacionais que operam no Brasil para apurar sobre os impactos causados pelos bloqueios de estradas. Os atos, promovidos desde o início da semana por manifestantes que contestam o resultado das eleições, estão causando atrasos e cancelamentos de voos.

Conforme visto no AEROIN, até o final da manhã de ontem (1º), cerca de 25 voos haviam sido cancelados no Aeroporto de Guarulhos, segundo a concessionária do terminal. A LATAM Brasil cancelou 3 voos na noite do última segunda-feira (31). A United foi além e cancelou toda a sua operação no aeroporto prevista para os dia 31 e 1º, no entanto, apesar o infortúnio, os passageiros da companhia aérea não terão que pagar taxas ao remarcar as passagens aéreas.

Às empresas Azul Linhas Aéreas Brasileiras, Gol Linhas Aéreas, Latam Airlines, ITA Airways, Copa Airlines, Iberia, Air France e TAP foi solicitado que informem quantos voos foram cancelados ou sofreram atrasos em decorrência do problema e qual política está sendo adotada pelas companhias neste momento.

O Procon-SP também indaga sobre como as informações estão sendo prestadas aos consumidores e de que forma o dever de assistência material está sendo cumprido pelas empresas. Os esclarecimentos deverão ser enviados até 17 horas do dia 03 de novembro.

Leia mais:

Juliano Gianotto
Juliano Gianotto
Ativo no Plane Spotting e aficionado pelo mundo aeronáutico, com ênfase em aviação militar, atualmente trabalha no ramo de fotografia profissional.

Veja outras histórias

Confusão em voo da GOL após criança autista não poder viajar...

0
Uma situação complexa se desenrolou num voo da GOL, após uma criança com autismo não poder seguir viagem no colo de seu pai.