Wizz Air fará recrutamento de comissários de voo no Brasil

A companhia europeia de baixo-custo Wizz Air anunciou que fará recrutamento para comissários no Brasil em breve.

Divulgação – Wizz Air

A empresa tem origem na Hungria, mas também tem subsidiárias em Malta, Reino Unido e nos Emirados Árabes Unidos. Os donos da Wizz Air são parte do grupo Indigo Partners, que também controlam a americana Frontier Airlines, a chilena JetSmart (e suas subsidiárias na Argentina e Peru) além de serem acionistas da mexicana Volaris.

Em comum nestas empresas está o modelo de baixo custo, onde as aeronaves Airbus A320 e A321 tem o máximo de assentos possíveis, diluindo custos por viagem, e voam o máximo possível, permitindo tarifas mais baixas.

No seu LinkedIn a Wizz Air divulgou que estará fazendo um tour de recrutamento no Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, contemplando os principais membros do Mercosul. A ideia é recrutar comissários para trabalharem em bases na Polônia, Bulgária e Chipre. A companhia foi bem específica ao citar que quer candidatos que estão na América do Sul mas com cidadania europeia, que permita que eles trabalhem na União Europeia.

Após a candidatura inicial, o selecionado fará uma entrevista online antes de um encontro pessoal, onde caso seja frutífero será contratado ali mesmo. Veja abaixo os requisitos:

  • Ser maior de 18 anos;
    • Atingir a altura de 2,10m com os braços estendidos;
    • Ensino Médio completo;
    • Ser fluente em Inglês
    • Ter fluência numa língua da Europa centro-oriental é uma vantagem;
    • Passaporte válido por 6 meses;
    • Conseguir nadar;
    • Ter disponibilidade de morar em até 60 minutos da sua base operacional;
    • Não ter tatuagens ou piercings em partes aparentes do corpo (descobertas) quando utilizar o uniforme;
    • Pessoas com graus acima de +4 ou abaixo de -4 provavelmente serão reprovadas no exame médico;
    • Ter cidadania de algum país membro da União Europeia;

    Como a companhia opera na Europa, não é necessário ter o curso de comissário pela ANAC, apesar de sempre ser um diferencial. Os interessados devem se candidatar aqui.

    Carlos Martins
    Carlos Martins
    Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

    Veja outras histórias