Aerolíneas Argentinas planeja superar a marca histórica de 13 milhões de passageiros em 2023

No âmbito do anúncio dos primeiros resultados de tráfego até agora na temporada de verão, na qual já foram transportados mais de um milhão de passageiros desde 15 de dezembro, a Aerolíneas Argentinas informou que em 2023 planeja superar a marca histórica de 13 milhões de passageiros transportado.

Segundo informações compiladas pelo Aviacionline através da Cirium, o número de assentos programados atualmente pela Aerolíneas Argentinas para 2023 chega a 16.524.598.

“Este ano pretendemos atingir números históricos em número de passageiros transportados, vamos operar com cargueiros, aumentar a frota e crescer muito. Esta primeira parte da temporada nos permite ser otimistas sobre os desafios que temos pela frente”, disse Pablo Ceriani, chefe da Aerolíneas Argentinas.

Em 2022, a estatal transportou 11.670.000 passageiros e adicionou novos destinos como Merlo, Brasília e Havana, além de lançar voos diretos para São Paulo a partir de destinos turísticos do interior, como Chapelco e Salta. A sua rede atual atinge 38 destinos nacionais e 21 internacionais.

Durante esta temporada de verão, a programação da Aerolíneas Argentinas cresceu cerca de 4% em assentos e voos em relação ao mesmo período anterior ao COVID.

As rotas sazonais para Mar del Plata foram planejadas a partir de Córdoba, Mendoza, Rosário e Tucumán e os voos para Bariloche, El Calafate, Neuquén, Puerto Madryn, Iguazú e Salta foram reforçados. Também lançaram voos do interior para o Brasil, voando de Córdoba e Mendoza para o Rio de Janeiro, e de Córdoba e Rosário para Florianópolis.

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

LATAM programa dezenas de voos extras para Pernambuco no Carnaval

0
A LATAM anunciou 40 voos extras para Pernambuco no Carnaval, o que aumentará o total de rotas domésticas da empresa para 93 por semana.