Aeroporto de São Luís completa um ano sob gestão da CCR

Imagem: CCR Aeroportos

O Aeroporto Internacional de São Luís (SLZ) registrou movimentação de mais de 1,4 milhão de passageiros em 2022. O espaço, que está sob administração da CCR Aeroportos desde março do ano passado, está revitalizando desde seu sistema de climatização a ampliação das rotas ofertadas, elevando o conforto, a comodidade e a segurança de todos que passam pelo local.

Duas rotas inéditas também foram implantadas, uma ligando São Luís (MA), Belém (PA) e Miami (EUA), reduzindo em até cinco horas o tempo de viagem dos ludovicenses que desejam visitar o país norte-americano; e a outra para Barreirinhas (MA) e demais destinos que integram a Rota das Emoções.

As primeiras melhorias executadas pela concessionária no Aeroporto Internacional de São Luís foram voltadas à substituição de equipamentos e reparos, conforme demanda, nos sanitários e fraldários, bem como a aplicação das normas de acessibilidade em todos os ambientes. Nos sanitários, por exemplo, a concessionária instalou e/ou substituiu barras de apoio que auxiliam passageiros com deficiência.

Também foram revitalizadas ou instaladas rotas com piso tátil, inclusive no trecho que compreende o meio-fio do embarque aos balcões de check-in do terminal de passageiros.

O saguão teve toda sua iluminação modernizada. A melhoria beneficiou diretamente também os colaboradores que atuam nos balcões de check-in, gerando mais fluidez e agilidade aos procedimentos que exigem a verificação da documentação necessária para o embarque. Luminárias em pontos específicos, nas áreas públicas, controladas e restritas do aeroporto também receberam a intervenção devida.

A sinalização das áreas do aeroporto também passou por intervenções ao longo desses primeiros meses de gestão. Logo na entrada, na via de acesso ao embarque e desembarque, a concessionária executou serviços para melhorar e organizar o fluxo de veículos, principalmente nos horários de pico de voos. A intervenção na sinalização também contemplou banheiros, acesso a órgãos públicos que atuam dentro do aeroporto e, principalmente, o pátio e a pista de pousos e decolagens – com revitalização de traçados, placas e luminárias.

A CCR Aeroportos ainda revisou toda a parte de refrigeração do aeroporto, executando a manutenção, limpeza e substituição de aparelhos de ar-condicionado danificados ou com baixa performance operacional, melhorando o conforto térmico em ambientes como o terminal de passageiros, salas e pontes de embarque, reduzindo a temperatura de 5 a 6 graus, alcançando, em determinados pontos, a sensação térmica de 21 graus.

Escadas rolantes, elevadores, esteiras de embarque e outros equipamentos importantes para a mobilidade dentro do aeroporto e, também essenciais para a execução dos procedimentos de embarque e desembarque, passaram por  revisão completa, ao mesmo tempo em que foram executados serviços de recuperação e reparo de paredes, coberturas, forros, pisos, pintura e na rede de drenagem que atravessa a via de apoio ao terminal de passageiros.

O Terminal de Cargas do aeroporto (TECA SLZ) também passou a receber cargas internacionais, com todo o processo de nacionalização realizado no estado do Maranhão. A exemplo, recebeu, em dezembro, a bordo de um Boeing Jumbo 747-400 da National Airlines, peças do primeiro foguete privado a ser lançado da base de Alcântara (MA). As peças foram trazidas da Coreia do Sul e desembaraçadas em tempo recorde no aeroporto da capital maranhense.

Informações da CCR

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Entre 19 alunos, apenas 7 concluem o 3º Curso de Operações...

0
Segundo a Polícia Civil, foram dias de total empenho, muita determinação e apoio dos familiares para que eles conseguissem chegar ao final.