Aeroportos da rede CCR darão isenção de tarifas para voos com finalidades humanitárias ao RS

Imagem: CCR Aeroportos

Os operadores aéreos que transportarem suprimentos, doações ou socorristas para contribuir com as operações de resgate ou assistência às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul terão isenção das taxas aeroportuárias desses voos nos 16 aeroportos administrados pela CCR Aeroportos no Brasil e também no Aeroporto Internacional de Confins, no qual detém participação societária via consórcio BH AirPort.

A medida contempla voos com foco em ações humanitárias e vale até o dia 15 de maio. Se necessário, o prazo pode ser estendido caso a situação de emergência no Estado persista. A medida é uma iniciativa conjunta da ANAC e da Aeroportos do Brasil (ABR), entidade da qual a CCR Aeroportos é integrante.

Os aeroportos administrados pela concessionária são: Curitiba, Bacacheri, Foz do Iguaçu e Londrina, no Paraná; Navegantes e Joinville, em Santa Catarina; São Luís e Imperatriz, no Maranhão; Goiânia, em Goiás; Palmas, no Tocantins; Teresina, no Piauí; Petrolina, em Pernambuco; e Pampulha, em Minas Gerais, além dos aeroportos de Pelotas, Uruguaiana e Bagé, no Rio Grande do Sul.

Contato com a Defesa Civil do Rio Grande do Sul

As operações aéreas destinadas a prestar ajuda humanitária ao estado devem ser conduzidas apenas por operadores voluntários que tenham coordenado suas atividades com antecedência com a Defesa Civil do Estado. Para isso, é necessário enviar uma mensagem para o número de WhatsApp divulgado pelo órgão (51 9 8402-7396) com as seguintes informações:

Tipo de aeronave
Capacidade de carga
Prefixo
Localização atual
Número de contato

Informações da CCR Aeroportos

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias