Início Variedades

Após mais de um ano parado, Airbus A330 que será da FAB faz um voo no interior de SP

Foto por Viracopos Full HD / Youtube

Na tarde deste sábado (14), o Airbus A330 de marcas brasileiras PR-AIS (msn 1492) decolou para um breve voo de uma hora e 39 minutos, como parte dos testes de despreservação da máquina. Essa aeronave é uma das duas que a Azul vai entregar à Força Aérea Brasileira (FAB) após ter vencido a licitação que visava ao fornecimento de jatos para conversão em avião multi-tarefa.

Segundo dados da plataforma de rastreamento FlightRadar24, a decolagem de Campinas aconteceu às 14h31, seguido por um voo até a região de Águas de Santa Bárbara, também no interior paulista, onde realizou algumas órbitas, antes de retornar ao seu aeroporto de origem. Havia mais de um ano desde que a aeronave fizera seu último voo.

O voo de hoje também é parte da preparação da aeronave para que ela seja transferida para uma base de manutenção na Jordânia, onde passará por mais alguns checks e pintura. A entrega para para a Força Aérea está prevista para acontecer até 17 de julho, segundo prazo do edital.

Imagem: FlightRadar24

Rumo à Jordânia

O contrato com a FAB prevê que a aeronave seja entregue com a manutenção (Check C) concluída e a fuselagem pintada. No entanto, os dias atuais têm sido desafiadores para as equipes de gestão de frotas das empresas, uma vez que o mercado de MRO está muito agitado com a retomada dos voos internacionais e a recolocação de aeronaves para voar.

Por conta disso, está muito complicado conseguir slots nas principais oficinas de manutenção do Brasil, América Latina e até da Europa. Recentemente, o AEROIN falou sobre situações envolvendo a Latam e a Gol, que enviaram aeronaves para a Bulgária, a fim de garantir sua agenda de manutenção. E sempre lembrando que a manutenção de aviões é sempre preventiva, já que não se pode esperar dar o problema para depois corrigir, como se faz com carros, por exemplo.

Dados os desafios de tempo e de slots de manutenção, a alternativa que a Azul encontrou foi enviar o Airbus A330 para a Jordânia, onde ele possivelmente será atendido nas oficinas da Joramco, uma oficina homologada pelas principais autoridades aeronáuticas do mundo, como a EASA e FAA, mas que dificilmente seria a primeira escolha de uma empresa brasileira, dadas as demais opções disponíveis e mais próximas.

Dentre as oficinas mais “próximas” estariam a da Latam (Brasil), Avianca (Colômbia), Mexicana (México) e até a da TAP Air Portugal. No entanto, com a decisão de enviar o jato à Jordânia, presume-se que não havia disponibilidade nesses locais.