Início Novidades

Avião estrangeiro decola de Guarulhos na madrugada levando 219 militares do Exército

Imagem: CORE 22

Na madrugada desta sexta-feira, 5 de agosto, um diferente avião foi visto decolando do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, e apesar de transportar passageiros, ele não saiu dos pátios dos terminais do GRU Airport.

O jato utilizado foi o Boeing 767-300ER de matrícula N705KW, fretado da companhia norte-americana Eastern Airlines. Ele havia sido visto pousando na manhã da quarta-feira, dia 3 de agosto, por volta das 08h00, sob a identificação de voo CLPR91, conforme o vídeo a seguir, captado pela câmera ao vivo do canal Golf Oscar Romeo:

Após a chegada, como também se nota no vídeo acima, o jato cruzou de volta as pistas do aeroporto para se deslocar direto para a Ala 13, ou Base Aérea de São Paulo (BASP), e lá permaneceu até partir na madrugada desta sexta-feira, por volta da 01h00.

O voo seguiu com destino ao Aeroporto Internacional de Alexandria, na Louisiana (EUA), incluindo uma parada intermediária no Aeroporto Internacional Tocumen, no Panamá. A bordo, estavam 219 militares do Exército Brasileiro que participarão do exercício CORE 22 (Combined Operations and Rotation Exercises, ou Operações Combinadas e Exercícios de Rotação). Eles despediram-se de suas famílias e partiram com destino a Fort Polk, na Luisiana, Estados Unidos.

As tropas da 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel), do Exército Brasileiro, e da 3ª Brigada da 101ª Divisão de Assalto Aéreo (101st Airborne Division), do Exército dos Estados Unidos, compartilharão experiências e conhecimentos sobre doutrina, técnicas, táticas e procedimentos de defesa entre os dias 4 de agosto e 6 de setembro.

Imagem: CORE 22

A Segundo-Sargento Larissa destacou a presença feminina. “É a primeira vez que o segmento feminino está infiltrando no campo tático de batalha junto com o segmento masculino. Então, é uma satisfação muito grande e uma honra para mim”, destacou a enfermeira que integrará a equipe de saúde do Exército Brasileiro no CORE 22. Ao todo, sete mulheres comporão o efetivo brasileiro no exercício.

O CORE 22 é resultado de um programa de cooperação assinado entre Brasil e Estados Unidos, que estipulou exercícios bilaterais anuais até o ano de 2028, promovendo interoperabilidade entre os dois exércitos.

O exercício também tem como objetivo contribuir para o aprimoramento do Sistema de Prontidão Operacional da Força Terrestre (SISPRON) e para o treinamento das Forças de Prontidão (FORPRON), certificando tropas do Exército Brasileiro para operações internacionais.

Durante a solenidade de despedida, na Base Aérea de São Paulo, o Subcomandante de Operações Terrestres, General de Divisão Edson Skora Rosty, enfatizou a importância da missão. “O que vocês estão fazendo agora é permitir as melhores condições para que as duas nações, as duas tropas, troquem experiências e conhecimentos e garantam, em caso de necessidade, uma operação perfeitamente integrada”, afirmou o General Rosty.

Com informações do Exército Brasileiro / CORE 22