Boeing 737 MAX volta a voar na Europa após quase dois anos suspenso

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Mais um conjunto de países entrou para a lista de locais onde já é possível voar com um Boeing 737 MAX, marcando mais um passo para volta à normalidade do problemático avião.

© Alan Wilson

A Europa é o mais novo continente a ter novamente os voos comerciais com o 737 MAX, que ficou impedido de voar em março de 2019 após o segundo acidente fatal com o modelo, durante um voo da Ethiopian Airlines.

Após muitas revisões e modificações, o jato foi aprovado pela EASA, autoridade europeia de aviação civil, há cerca de um mês, e hoje realizou o seu primeiro voo pós-paralisação na Europa, com a TUI Fly Belgium, entre Bruxelas e Málaga.

Outra aeronave decolou depois para Alicante e, em breve, os outros dois restantes 737 MAX da TUI Belgium entrarão em operação. A empresa destacou que foram feitos vários testes com os jatos antes da volta à operação regular, inclusive um voo de teste sem passageiros e com arremetidas durante o pouso.

Vale lembrar que o Brasil foi o primeiro país do mundo a realizar voos comerciais com o Boeing 737 MAX após a paralisação:

Pela Assessoria de Imprensa da TUI Belgium

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Após mais de 30 anos, França se despede do caça Mirage...

0
Um dos caças mais emblemáticos da era moderna, o Dassault Mirage 2000C, está se despedindo da Força Aérea da França.