Boeing recebe pedido de aviões 787, 737 MAX e 767 cargueiro para a Air Tanzania

Boeing 787-8 da frota da Air Tanzania – Imagem: Njora / CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

A Boeing e a República Unida da Tanzânia anunciaram hoje, 16 de novembro, direto do Dubai Airshow 2021, um pedido de quatro aeronaves, sendo um 787-8 Dreamliner, um 767-300 Freighter (cargueiro) e dois 737 MAX.

Os aviões serão operados pela Air Tanzania, a companhia aérea nacional da Tanzânia, para expandir o serviço do país para novos mercados na África, Ásia e Europa. O pedido é avaliado em mais de US$ 726 milhões a preços de tabela.

“Nosso 787 Dreamliner é popular entre nossos passageiros, proporcionando conforto inigualável em voo e ultra-eficiência para o nosso crescimento de longa distância”, disse o CEO da Air Tanzania, Ladislaus Matindi. “Somando-se à nossa frota de 787, a introdução do 737 MAX e do 767 Freighter darão à Air Tanzania capacidade e flexibilidade excepcionais para atender a demanda de passageiros e carga dentro e fora da África”.

Com sede em Dar es Salaam, a transportadora irá expandir sua frota atual de 787s, aproveitando os novos 737s para sua rede regional e o 767 Freighter para capitalizar na crescente demanda de carga da África.

“A África é a terceira região de crescimento mais rápido em todo o mundo para viagens aéreas e a Air Tanzania está bem posicionada para aumentar a conectividade e expandir o turismo em toda a Tanzânia”, disse Ihssane Mounir, vice-presidente sênior de Vendas e Marketing Comercial da Boeing.

O Panorama do Mercado Comercial de 2021 da Boeing prevê que, até 2040, as companhias aéreas da África exigirão 1.030 novos aviões avaliados em US$ 160 bilhões, e serviços pós-venda, como fabricação e reparo, no valor de US$ 235 bilhões, apoiando o crescimento nas viagens aéreas e nas economias em todo o continente.

A herança da Boeing na África começou há mais de 75 anos, com mais de 60 companhias aéreas operando até 500 aviões Boeing. A fabricante tem um escritório em Joanesburgo, África do Sul, além de representantes de serviços de campo que dão suporte a clientes comerciais em todo o continente.

Informações da Boeing

Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias