Início Indústria Aeronáutica

Ethiopian Airlines vai colocar Embraer e Airbus no mesmo campo de batalha em breve

Imagem: Embraer

Outro campo de batalha se aproxima para as fabricantes Embraer e Airbus, na medida em que a Ethiopian Airlines sinaliza que vai abrir um processo concorrencial (RFP) para a aquisição de aeronaves regionais. Segundo verificou o site suíço CH-Aviation, no radar etíope estão os modelos Embraer E2 e o Airbus A220.

Caso o processo avance, será interessante verificar aeronaves regionais modernas na frota da companhia estatal da Etiópia, uma das maiores aéreas da África. Segundo informações da própria empresa, ela possui seis Boeing 737-700 para 118 passageiros, que já chegam a uma idade média de 18 anos e deveriam ser trocados pelos novos jatos.

A Ethiopian Airlines, a principal companhia aérea de bandeira africana, divulgou na quarta-feira um aumento no lucro do último ano financeiro, em forte contraste com a sorte de outras companhias aéreas na região.

Enquanto a decisão sobre a frota avança, a companhia aérea estatal reportou um salto de 79% na receita, chegando a US$ 5 bilhões em 12 meses até julho, enquanto o lucro disparou 90%, para US$ 937 milhões, segundo o fundo soberano do país, o Ethiopian Investment Holdings (EIH).

Os resultados foram obtidos “apesar dos ventos contrários da piora das perspectivas econômicas globais, aumento do custo do combustível, pandemia global”, disse o presidente-executivo da EIH, Mamo Mihretu, no Twitter.

Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.