Início Empresas Aéreas Gol deixa idoso para trás e avião acaba decolando de Congonhas sem...

Gol deixa idoso para trás e avião acaba decolando de Congonhas sem ele

Por mais que voar tenha se tornado mais popular, ainda há muita gente que precisa de auxílio em um aeroporto. Uma falha de comunicação no aeroporto de Congonhas resultou num idoso abandonado na área de embarque e seu voo para Vitória perdido.

O caso chama a atenção para a importância das empresas aéreas manterem processos robustos que evitem situações constrangedoras como essa, as quais, além de causar uma péssima experiência ao cliente, também resultam em novos custos.

O homem, identificado como Nilton Alves, de 83 anos, voltava para casa no Espírito Santo acompanhado de seu filho autista, Nelson, de 41. Eles haviam sido deixados pela filha e o genro no aeroporto central da capital paulista aos cuidados da empresa aérea, que ficaria responsável por apoiar seu embarque. Mas algo deu errado no processo.

Em uma publicação no Facebook, o genro do idoso, André Lee, desabafou junto com uma foto. Disse ele: “Absurdo” Meu sogro com mais de 80 anos deveria ter embarcado no voo das 6h35 da manhã de hoje, dia 04/01, de volta pra casa. Deixei ele aos cuidados do pessoal da GOL, que informou que daria uma assistência ‘especial’ até o embarque no avião. Qual foi minha surpresa ao saber que o voo partiu sem ele! Simplesmente disseram que esqueceram dele na sala de espera e vão tentar colocá-lo no voo das 10hs (que não é um voo direto, quer dizer, agora terá que fazer conexão no Rio sendo que o voo original iria direto ao destino!)”.

Mais tarde, o homem atualizou o estado da viagem do idoso, dizendo: “Colocaram meu sogro em um voo de outra companhia aérea que partiu às 13h de Congonhas e chegou às 14h30 em Vitória. Um obrigado especial à funcionária da GOL Miriam Nonato que cuidou dele até o momento do embarque por mais de 6 horas. Apesar da empresa ter pisado na bola, ainda existem funcionários cuidadosos e competentes”.

Ao Folha Vitória, a Gol explicou que “os clientes realizaram check-in prioritário para o voo G3 1320, programado para esta terça-feira (4), entre Congonhas e Vitória, porém, houve um desencontro de informação no processo de embarque. A Gol realizou toda assistência necessária aos clientes e ambos receberam acompanhamento, refeição, e foi feito o contato aos familiares explicando o ocorrido. A empresa lamenta profundamente os transtornos causados e está apurando os motivos para que situações como essa não voltem a ocorrer”.