Nova empresa aérea com A330-300 e baseada em uma das cidades mais antigas da Ásia é aprovada para voar

Imagem: Divulgação / Air Samarkand

A nova empresa aérea Air Samarkand informa que se aproximou do lançamento de seus voos charter e serviços regulares após receber seu Certificado de Operador Aéreo (AOC) da UzAviation, a Autoridade de Aviação Civil (CAA) do Ministério dos Transportes do Uzbequistão.

O anúncio indica a conformidade da companhia aérea com os requisitos da legislação de aviação do país e com os padrões e requisitos internacionais de segurança de voo da Convenção de Chicago sobre Aviação Civil Internacional.

A certificação segue-se a uma auditoria minuciosa da documentação técnica, equipamentos e sistemas da aeronave da companhia aérea, preparação para voos, bem como das qualificações do pessoal de voo e de terra por inspetores do Ministério dos Transportes do Uzbequistão.

Anton Khojayan, CEO da Air Samarkand, disse:

“Agradecemos ao Ministério dos Transportes e à Agência UzAviation pela avaliação minuciosa da nossa preparação para os voos. A Air Samarkand está agora mais um passo mais perto do início dos serviços desta incrível e histórica cidade de Samarcanda. Agora tudo está pronto para isso.”

A companhia aérea também recebeu oficialmente o seu próprio código ‘UZS’ da Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO), bem como o indicativo de chamada de rádio ‘Samarkand’.

Khojayan complementou:

“Nos últimos 12 meses, desenvolvemos cuidadosamente nossa estratégia de negócios, ao mesmo tempo em que recrutamos um experiente grupo de liderança de companhias aéreas e uma talentosa equipe de tripulação de voo e de cabine para oferecer um serviço de bordo excepcional aos nossos clientes. Temos um plano ambicioso para o rápido desenvolvimento da Air Samarkand, proporcionando aos nossos passageiros serviços seguros, diretos e de alta qualidade para um número crescente de cidades na Ásia e na Europa à medida que aumentamos as operações.”

A Air Samarkand iniciará operações com voos charter a partir da segunda maior cidade do Uzbequistão, Samarcanda, antes de lançar serviços regulares na Primavera para destinos populares, incluindo a Turquia, pontos no sudeste da Ásia, China e outros. Uma posterior expansão adicional, durante os primeiros 12 meses de operações, conectará a base com cidades populares da Europa.

A transportadora já começou a desenvolver uma frota de aeronaves Airbus. No mês passado, a Air Samarkand recebeu sua primeira aeronave de fuselagem larga Airbus A330-300 de longo curso e uma de fuselagem estreita A321 para operações de curta e média distância. Em seu site, a companhia também indica que o A320 fará parte da frota.

Airbus A330-300 – Imagem: Divulgação / Air Samarkand

Fundada pelo líder empresarial uzbeque Bakhtiyor Fazilov, a Air Samarkand faz parte de uma importante iniciativa turística e comercial da histórica cidade de Samarcanda. Utilizará uma frota de aeronaves Airbus operando a partir do recentemente remodelado Aeroporto Internacional de Samarcanda, que faz parte de um projeto de investimento em grande escala que combina o patrimônio antigo com infraestruturas e instalações modernas na região.

Juntamente com as novas instalações aeroportuárias, foi feito um investimento significativo num complexo turístico multifacetado da Rota da Seda de Samarcanda na cidade – o primeiro resort turístico internacional na Ásia Central a abranger hotéis de quatro e cinco estrelas.

Localizada no leste do Uzbequistão, Samarcanda é uma das cidades mais antigas da Ásia, e diz-se que as suas origens remontam ao sétimo ou oitavo milênio antes de Cristo. Situada na famosa Rota da Seda, a cidade está no coração das atrações turísticas antigas e medievais do país, juntamente com Bukhara, Khiva, Shakhrisabz e o Parque Nacional Zaamin.

A Air Samarkand proporcionará aos 12,6 milhões de pessoas na sua área de influência local a opção de realizar voos charter diretos e serviços regulares para as principais cidades da Ásia e da Europa, eliminando a necessidade atual de utilizar ligações aéreas demoradas em Tashkent e outros aeroportos regionais. A sua rede começará com serviços para cidades da Turquia, Vietnã, Malásia, Indonésia e China.

O CEO Anton Khojayan, de 37 anos, lidera uma equipe de projeto no lançamento da companhia aérea. Ele se formou no Instituto de Arquitetura e Construção de Tashkent em 2009 e ingressou no Departamento de Instalações Terrestres e Gestão Aeroportuária da Uzbekistan Airways, subindo rapidamente na hierarquia para chefiar a divisão apenas três anos depois.

Em 2019, tornou-se vice-presidente do Conselho de Construção de Capital e Desenvolvimento Técnico dos Aeroportos do Uzbequistão, cargo que ocupou durante três anos até ser transferido para liderar a Air Samarkand.

Murilo Basseto
Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e com Pós-Graduação em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Aeroporto de Cruzeiro do Sul (AC) passará a ter voos diurnos...

0
A iniciativa da GOL é um passo significativo na ampliação e modernização do transporte aéreo no estado, atendendo a uma demanda da população.