Início Empresas Aéreas Novo visual de avião deixa funcionários de empresa aérea belga perplexos e...

Novo visual de avião deixa funcionários de empresa aérea belga perplexos e causa piquete

A nova identidade visual da Brussels Airlines, empresa do grupo Lufthansa, revelada na quinta-feira (18), está dando o que falar. O conflito, no entanto, tem pouco a ver com a nova cor (ou falta dela) no avião, mas sim com o gasto para fazer uma mudança de marca a essa altura do campeonato, enquanto muitos profissionais da aviação seguem desempregados ou afastados.

Como resultado do descontentamento, funcionários se reuniram próximos do hangar onde ocorreria a coletiva de imprensa e compartilharam sua revolta com a imprensa local.

“Não gostamos do novo logotipo, mas nossa preocupação vai muito além da marca renovada”, disse uma comissária de bordo, qu se reunia com outros cerca de cem profissionais, que estavam de folga. “Renunciamos a parte de nosso salário e aceitamos inúmeras dispensas”, disse um comandante indignado. “E agora você tem dinheiro para uma nova marca? É simplesmente a hora errada para isso”.

Enquanto isso, na coletiva de imprensa, uma tela de 360 ​​graus envolve os convidados, bolos finos e flores sobre as mesas, com música tocando. Após um breve discurso, parte da cortina cai, revelando o primeiro avião recém-pintado.

A empresa aérea disse que as bolas em tamanho e cores diferentes deveriam representar a diversidade (embora não haja nenhum quadrado ou triângulo na fuselagem). “Nenhum ponto é igual ao outro”, disse a empresa. As letras na fuselagem vêm em uma nova fonte. Além disso, as palavras “Brussels” e “Airlines” não têm mais o mesmo tamanho e nem estão lado a lado, como era antes. 

Cena do piquete em frente ao local da coletiva

A Brussels defende o investimento

No meio do ano, a Brussels Airlines teve de demitir 800 funcionários, enquanto 2,6% ainda com salário reduzido. 

“Posso entender a indignação das pessoas de fora, especialmente depois de um momento tão difícil”, disse Wencke Lemmes-Pireaux, vice-chefe de comunicações da Brussels Airlines, ao site alemão aeroTELEGRAPH. Como o logotipo vazou prematuramente , não foi possível se comunicar com os funcionários em tempo hábil. Oficinas adicionais estão planejadas para os próximos dias.

O projeto começou há um ano e meio e até agora custou menos de 500.000 euros. 

Sair da versão mobile