Início Acidentes e Incidentes

Passageiro filma fluxo de combustível saindo da asa do grande avião Airbus A380 em voo

Cena do vídeo apresentado abaixo

Um interessante vídeo gravado por um passageiro nessa quinta-feira, 24 de novembro, durante uma ocorrência em voo com o grande avião de dois andares Airbus A380, tem ganhado destaque nas redes sociais.

Conforme as cenas a seguir, o viajante captou o momento em que um intenso fluxo de combustível saía da asa do maior avião de transporte de passageiros do mundo.

As imagens acima mostram o momento em que os pilotos do Airbus A380 utilizavam o sistema de alijamento de combustível para reduzir a quantidade do fluido nos tanques e, por consequência, reduzir o peso da aeronave.

O procedimento foi realizado porque o A380 em questão, operado pela Singapore Airlines e registrado sob a matrícula 9V-SKQ, apresentou um problema durante o voo SQ-317 de Londres Heathrow, na Inglaterra, para Cingapura.

O jato estava em voo há cerca de 25 minutos e havia acabado de atingir o FL330 (nível de voo de 33 mil pés, ou cerca de 10.000 metros de altitude) no espaço aéreo da Bélgica quando os pilotos iniciaram uma descida rápida, levando cerca de 10 minutos até o avião atingir o FL100 (velocidade média de descida de 2.300 pés por minuto).

Imagem: RadarBox

A aeronave foi desviada para o aeroporto Frankfurt/Main, na Alemanha, mas, dado que havia se passado pouco tempo do longo voo, foi efetuado um trajeto mais longo, conforme visto na imagem acima, enquanto era feito o alijamento de parte do combustível, para a redução do peso total até o máximo de pouso.

Imagem: Pfalzfoto, via FL360aero

Os pilotos pousaram o A380 com segurança na pista 25C de Frankfurt cerca de 1 hora e 15 minutos após deixar o FL330 e cerca de 1 horas e 40 minutos desde a decolagem.

Até o momento da publicação dessa matéria, não havia detalhes oficiais sobre o motivo do desvio. Descidas rápidas para o FL110 como essa costumam ser feitas quando há problema com o sistema de pressurização, porém, segundo o The Aviation Herald, os passageiros relataram não ter havido despressurização em nenhum momento do voo.