Pilotos da GOL vão a Miami para fazer voos de testes no Boeing 737 MAX

Comandante da GOL Linhas Aéreas fala sobre ida dos pilotos da companhia aos EUA para fazer voos de testes com o Boeing 737 MAX modificado.

Avião Boeing 737 MAX 8 Gol Linhas Aéreas
Divulgação – GOL

A entrevista foi dada pelo Comandante Sérgio Quito, Conselheiro de Segurança da GOL, a William Waack no jornal da CNN Brasil na noite de ontem (18).

Waack, que também é piloto de avião, possui um turboélice próprio e já voou caças MiG-29, questionou o Comandante: “O senhor já sentou no cockpit do Boeing 737 MAX redesenhado ou ainda lhe falta esta experiência?”

O Comandante Quito falou que embarcará na semana que vem para Miami para realizar as manobras de demonstração no jato. “Nosso grupo de pilotos de testes, que são 20 pilotos, já foram treinados, e estarão aptos a fazer os voos de teste, que faz parte do processo de certificação da aeronave”.

Sérgio adianta que, pelos relatos de seus colegas, as modificações foram bem aceitas e tem confiança na volta da aeronave, que segundo a própria GOL deverá ocorrer em torno de 30 dias após a homologação da ANAC.

Não ficou claro como serão feitos estes voos na Flórida, mas a expectativa é que sejam feitos em aeronaves da Boeing, acompanhado de profissionais da empresa, da FAA, da ANAC e de outras companhias aéreas. Confira abaixo a entrevista na íntegra:

Carlos Martins
Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Uma das principais empresas provedoras de serviços de TI do mundo...

0
Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, México e Peru são os sete países latino-americanos onde a NTT DATA está presente.