Rodas de Boeing 737 MAX afundam no pavimento ao saírem da área adequada de movimento

Imagem: AvHerald

Uma ocorrência com uma aeronave comercial no início da noite da terça-feira, 29 de agosto, deixou um aeroporto fora de operação até a manhã seguinte devido ao afundamento do trem de pouso no pavimento.

Segundo reporta o The Aviation Herald, o avião envolvido foi o Boeing 737 MAX-8 registrado sob a matrícula C-GMXH, da companhia canadense Sunwing, quando partiria para o voo WG-645, de Holguin, em Cuba, para Montreal, no Canadá.

A aeronave no pátio, no dia seguinte à ocorrência – Imagem: Empresa Cubana de Aeroportos e Serviços Aeroportuários

O jato estava taxiando para decolar quando, no momento do alinhamento na cabeceira, as rodas do trem de pouso direito passaram além do limite, fazendo com que os pneus afundassem no pavimento não preparado para o peso.

Imagem: AvHerald

A aeronave ficou presa no local, levando ao fechamento do aeródromo durante toda a noite. Outras aeronaves com destino a Holguin precisaram ser desviadas e ela só foi rebocada para o pátio na manhã seguinte.

O Boeing 737 sendo rebocado – Imagem: Empresa Cubana de Aeroportos e Serviços Aeroportuários

Em nota, a Empresa Cubana de Aeroportos e Serviços Aeroportuários, informou:

“Durante a manobra de giro em direção à posição de decolagem, ultrapassou os limites estabelecidos, provocando o afundamento do trem de pouso, o que resultou na imobilização da aeronave. Este incidente não causou danos aos passageiros ou tripulação.

Por razões de segurança, o Aeroporto Internacional Frank País, na província de Holguín, desviou as operações previstas para outros aeroportos alternativos, num total de 3, Swift Air SWQ281, Sunwing Airline SWG641 e Viva Aerobus VIV417.

Foram realizados os trabalhos de remoção da aeronave, que permitiram a retoma das operações normais a partir das 11h15 de hoje [quarta-feira, 30 de agosto]. As Companhias Aéreas e Agências de Viagens realizam os procedimentos correspondentes para garantir a proteção dos seus passageiros nos próximos voos.

As causas deste incidente estão sendo investigadas.

Pedimos desculpas pelo inconveniente causado.

Até a publicação dessa matéria na manhã desta quinta-feira, 31 de agosto, ainda não havia registro de decolagem do Boeing 737 pelas plataformas de rastreamento online de voos.

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram.

Murilo Basseto
Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e com Pós-Graduação em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Pista do aeroporto de Fernando de Noronha começará a passar por...

0
As obras no Aeroporto Governador Carlos Wilson, em Fernando de Noronha, vão entrar em nova etapa com a chegada de uma usina de asfalto