Boeing busca pilotos para ajudar na volta do MAX com salário de US$200.000

No final do mês de outubro de 2020, fizemos uma matéria em que reportamos uma iniciativa da Boeing de contratar pilotos experientes em alguns dos seus modelos de aeronaves para que esses atuassem como consultores às companhias aéreas. A informação foi dada no Brasil primeiro pelo Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA).

Nessa quinta-feira, 17 de dezembro, a agência de notícias Reuters fez uma matéria sobre o tema, após ter acessado um documento interno da Boeing, trazendo mais alguns ingredientes sobre esse plano da fabricante de aviões dos Estados Unidos.

O objetivo final da Boeing, nesse momento, é reconstruir a confiança no Boeing 737 MAX, que está voltando à ativa. Para tanto, a Boeing deseja colocar cerca de 160 pilotos para realizarem uma função de “Pilotos de Engajamento Global”. Nesse cargo, eles serão alocados para trabalhos de 35 dias como instrutores ou observadores na cabine de voos em empresas aéreas de todo o mundo. Segundo a Reuters, o salário anual de um piloto nesse programa pode chegar a US$ 200.000.

Os requisitos para contratação seguem inalteradas desde nossa publicação anterior, e exigem:

  • Licença de pilotagem válida pela FAA, EASA ou equivalente na ICAO como a ANAC;
  • Certificado Médico Aeronáutico de 1ª classe válido;
  • Proficiência em inglês nível ICAO 5 ou 6;
  • 2,000 horas de voo como piloto em comando no 737, 777 ou 787;
  • 5.000 horas de voo totais;
  • 1.000 horas de voo como instrutor/checador em companhia aérea;
  • Experiência em voos longos, incluindo transoceânicos;
  • Sem histórico de incidentes, acidentes ou violações;
  • Ser aprovado no Teste Toxicológico;

Não foram colocadas restrições de nacionalidade, dando a entender que será um trabalho rotativo, voando em diversos países diferentes. Os interessados devem mandar o currículo e uma carta de apresentação para o e-mail indicado no site da CCL.

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

ALTA e Voepass apresentarão novidade no maior evento de MRO da...

0
A Associação Latino-Americana e do Caribe de Transporte Aéreo (ALTA) informa aos passageiros que eles devem se preparar para a decolagem.