Início Acidentes e Incidentes Com vazamento de combustível, pilotos desligam um motor, pousam e dois pneus...

Com vazamento de combustível, pilotos desligam um motor, pousam e dois pneus estouram

Aeronave envolvida no incidente parada na pista – Imagem: CBS Los Angeles

Um incidente envolvendo uma aeronave de passageiros foi registrado nesta semana, no qual o jato teve uma indicação de vazamento de combustível em voo e precisou alternar o aeroporto de destino. Após pousar, foram constatados dois pneus estourados.

A ocorrência foi registrada com o avião Canadair CRJ-900 registrado sob a matrícula C-GJZV, da Air Canada Express, quando estava realizando o voo AC-8767 de San Diego, nos Estados Unidos, para Vancouver, no Canadá, na última segunda-feira, 29 de novembro.

 CRJ-900 da Air Canada Express, semelhante ao envolvido no incidente – Imagem: Aaron Davis, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

De acordo informações do The Aviation Herald e também dados da plataforma de rastreamento de voos RadarBox, a aeronave, que estava com 73 pessoas a bordo, decolou do Aeroporto Internacional de San Diego e subiu para o voo de cruzeiro a 34 mil pés (cerca de 10,36 km) de altitude.

A esta altitude, a tripulação identificou que o motor #1 estava com um possível vazamento de combustível. Diante disso, os pilotos desligaram o referido motor e decidiram alternar seu destino para o Aeroporto Internacional de Los Angeles.

Os dados do RadarBox na imagem abaixo mostram a trajetória da aeronave, desde a decolagem até o desvio e o pouso em Los Angeles.

Trajetória da aeronave envolvida no incidente – Imagem: RadarBox

A aeronave pousou pela cabeceira 24L do aeroporto, cerca de 30 minutos depois da decolagem, mas permaneceu sobre a pista com dois pneus principais estourados. Os passageiros desembarcaram no local e foram levados de ônibus até o terminal.

A Administração Federal de Aviação (FAA) confirmou o caso dizendo que a aeronave foi desviada para Los Angeles devido a um problema de combustível e motor. O jato ainda permanece em solo, mais de três dias desde o incidente, e ainda não há informações sobre o momento exato e o motivo do estouro dos pneus.

Leia mais:

Sair da versão mobile