Embraer processa o Google após golpistas usarem e-mail do Gmail contra funcionários

A fabricante brasileira de aeronaves Embraer processou o gigante da tecnologia, Google, depois que golpistas começaram a usar e-mails da plataforma Gmail para aplicar golpes nos seus funcionários. O processo tramita na Vara Cível do Tribunal de Justiça de São Paulo.

Conforme consta nos autos, estelionatários estão se passando por funcionários da área de Recursos Humanos da Embraer, usando a marca e nome da fabricante através da conta de e-mail embraer.recrutamento@gmail.com.

Com isso, terceiros abordam pessoas com a oferta de falsas vagas de emprego, condicionando o agendamento de entrevistas ao pagamento de valores e compartilhamento de dados.

No processo, a Embraer pede que a Justiça obrigue o Google a fornecer os dados das pessoas que estão agindo em nome da empresa, possivelmente para entrar com um processo criminal.

Numa decisão preliminar, o judiciário deu ganho à Embraer no pedido de tutela de urgência, obrigando o Google a fornecer todos os dados vinculados ao referido endereço de e-mail, assim como a outro, também usado por golpistas.

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Veja como assistir hoje ao vivo ao lançamento do satélite do...

0
O lançamento, cuja janela de tempo se abre às 16h20 (horário de Brasília) desse sábado, ocorrerá no Kennedy Space Center.