Europa propõe exigir sistema de combustível resistente a colisões a todas as aeronaves de asas rotativas

Imagem: paul SCHALLER / CC BY-NC-SA 2.0, via Flickr

A Agência de Segurança da Aviação da União Europeia (EASA) informa nessa sexta-feira, 11 de novembro, que publicou para consulta pública um Aviso de Alteração Proposta (NPA) que visa abordar o risco de um incêndio pós-acidente no caso de um acidente com aeronave de asas rotativas.

A NPA 2022-11 propõe reduzir o risco de um incêndio pós-acidente, exigindo a instalação de um sistema de combustível resistente a colisões (CRFS – crash-resistant fuel system) para aeronaves recém-produzidas e, dentro de um prazo definido, também para aeronaves existentes que são operadas na Europa.

Desde 1994, qualquer aeronave de asa rotativa recém-certificada deve cumprir os requisitos para um sistema de combustível resistente a colisões. No entanto, ainda existem tipos de aeronaves de asas rotativas que estão sendo produzidas e operadas na Europa que foram certificadas antes desta data.

Prevê-se que as alterações regulatórias propostas contidas neste NPA proporcionarão um aumento no nível de segurança da frota europeia de asas rotativas, proporcionando um período pragmático de conformidade.

A NPA está aberta para comentários do público até 13 de fevereiro de 2023 nesse link.

Informações da EASA

Murilo Basseto
Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e com Pós-Graduação em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Realizados 30 atendimentos já no primeiro dia do HCAMP da Força...

0
Desde a sexta-feira, dia 27 de janeiro, o hospital, levado a bordo da aeronave KC-390 Millennium, está pronto, em um tempo recorde.