Ex-sócio do Fluminense, Santos Dumont foi homenageado no Maracanã com sobrevoo de caças

Os caças sobre o Maracanã, em cena do vídeo apresentado abaixo – Imagem: Força Aérea Brasileira

As homenagens a Alberto Santos Dumont não param e, dessa vez, o Pai da Aviação, que completaria 150 anos no dia 20 de julho, foi lembrado em pleno Estádio Maracanã, no clássico entre Fluminense e Flamengo, que aconteceu na tarde de domingo, 16 de julho.

Segundo informa a Força Aérea Brasileira, além do amor pela aviação, Santos Dumont era apaixonado por esportes. Sócio de número 11 do Fluminense, o visionário brasileiro participava assiduamente das atividades do clube.

“É motivo de muita alegria ter homenageado Santos Dumont no Maracanã, no Fla-Flu, em um jogo grandioso. Ainda mais ele tendo sido sócio do Fluminense e frequentador do clube”, destacou o Presidente do Fluminense, Mário Bittencourt.

Os mascotes Fabinho e Dumontzinho foram os primeiros a entrar em campo para animar as torcidas, que corresponderam das arquibancadas. A atuação da Banda de Música da Força Aérea Brasileira também atraiu a atenção dos presentes, que puderam ver e ouvir os hinos de seus clubes sendo tocados antes da partida. Ainda, Santos Dumont teve sua imagem projetada nos telões do estádio.

Imagem: Sargento Mônica Rodrigues / CECOMSAER

O Comandante do Terceiro Comando Aéreo Regional (COMAR III), Major-Brigadeiro do Ar José Madureira Junior, que acompanhou o preparo da ação, falou da alegria de ver Santos Dumont sendo reverenciado no templo do futebol: “Foi uma honra e uma alegria muito grande. Foi sensacional presenciarmos um grande clássico do futebol brasileiro homenageando os 150 anos de Santos Dumont. A equipe do COMAR III está muito feliz em poder proporcionar essa homenagem ao Pai da Aviação”.

O ponto alto da homenagem ao Patrono da Aeronáutica Brasileira foram os sobrevoos de caças F-5M da Força Aérea Brasileira (FAB). As aeronaves cruzaram os céus do estádio sob olhares atentos e curiosos de aproximadamente 70 mil pessoas.

Para o jogador Germán Cano, artilheiro do Fluminense, a passagem dos caças foi um momento muito legal. “Ao ver os aviões passando muito rápido, me senti impactado”, declarou.

A ação também ganhou o prestígio do ex-zagueiro do Flamengo e atualmente Gerente Técnico do clube, Juan Silveira dos Santos. “Uma homenagem muito válida. Foi muito legal sentir o estrondo dos caças. Estão de parabéns”, disse.

“Estou muito feliz por saber que hoje é um jogo alusivo a Santos Dumont, que foi um esportista que muito contribuiu para nossa vida. Se podemos voar hoje, é graças a ele. Merecida homenagem”, declarou Rose Godoy Madeiro, torcedora do Fluminense.

Murilo Basseto
Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e com Pós-Graduação em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

EUA toma medidas para frear a ‘Buser’ dos aviões executivos

0
A Administração Federal de Aviação dos EUA está anunciando hoje planos de tomar duas medidas para lidar com os voos de fretamento público.