Jato invade a área de pista com avião da GOL a instantes de pousar; assista ao incidente

Cena de um dos dois vídeos que você assiste abaixo nesta matéria

Uma arremetida de uma aeronave chamou a atenção nesta semana no Aeroporto de Guarulhos, na Grande São Paulo, por estar relacionada a um incidente do tipo Incursão em Pista, conforme registrado nos vídeos que você assiste nesta matéria.

Incursão em Pista é toda ocorrência em aeródromo envolvendo a presença incorreta de aeronave, veículo ou pessoa na área protegida de uma superfície designada para pouso e decolagem de aeronaves.

Note que na definição é citada a “área protegida”. Este termo é importante no incidente desta semana.

De acordo com o Regulamento Brasileiro de Aviação Civil (RBAC) 153, área protegia é a que compreende não apenas a própria pista de pouso e decolagem, mas também certos espaços ao seu redor, incluindo a área em ambos os lados da pista de pouso e decolagem, delimitada pela distância estabelecida pelo RBAC 154 para a posição de espera da referida pista.

Ou seja, sempre que uma aeronave, veículo ou pessoa ultrapassa sem autorização a posição de espera da pista, configura-se a ocorrência de Incursão em Pista.

Foi exatamente o que houve na última terça-feira, 15 de fevereiro, quando um avião da Gol Linhas Aéreas estava a segundos de tocar o solo pela cabeceira 09R (zero nove direita) de Guarulhos.

Conforme as imagens que você assistirá nos vídeos abaixo, o jato Boeing 737 MAX 8 registrado sob a matrícula PR-XMR chegada no voo G3-1403 quando recebeu uma ordem de arremetida da controladora de tráfego aéreo da Torre de Guarulhos.

O motivo, conforme a própria controladora depois informa ao piloto, foi que uma aeronave invadiu a área protegida. O fato fica evidente ao se observar que um jato executivo Learjet 40 chegou até bem próximo da lateral da pista quando o Boeing 737 se aproximava.

Na imagem a seguir, note como o ponto de espera marcado na taxiway (circulamos em vermelho para destaque), que delimita a área protegida e não deveria ter sido ultrapassado antes de uma autorização, fica distante da lateral da pista, muito mais próximo do pátio do que da própria pista.

Portanto, mesmo com o jato executivo parando antes de entrar na pista propriamente dita (talvez por perceber que causou a arremetida), o avanço além do ponto de espera é motivo para uma arremetida mandatória em prol da segurança, eliminando assim o risco de uma colisão no caso do efetivo cruzamento da pista.

A seguir, você assiste ao momento do incidente por dois pontos diferentes de filmagem.

O primeiro, do canal Golf Oscar Romeo, mostra a visão frontal, com o Boeing 737 vindo ao fundo para o pouso, o Learjet aparecendo na lateral esquerda do vídeo e a controladora ordenando a arremetida. Somente depois que o avião da Gol desaparece na subida é que se ouve o piloto do jato executivo entrando em contato com a controladora e então sendo autorizado a cruzar a pista.

O segundo, do canal SBGR Live, mostra a visão traseira, em que se vê com mais precisão até onde foi o Learjet antes de parar, e logo depois da arremetida, ouve-se a controladora informando aos pilotos da Gol sobre a invasão da área de pista.

Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e com Pós-Graduação em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias