Jogador levou mala vazia para a Copa, pois disse que ela voltaria com a taça; Ryanair alfinetou

Ryanair respondeu à atitude do jogador

Enquanto o maior evento esportivo do mundo chega em sua metade e ainda está totalmente em aberto, com várias seleções favoritas, há quem nutra grande confiança de que levantará a taça. Esse é o caso do jogador inglês Declan Rice, que embarcou com uma mala vazia porque planeja usá-la para levar o troféu da Copa do Mundo para casa.

O ato do rapaz não passou despercebido pela empresa aérea irlandesa Ryanair, que rapidamente aproveitou para provar Rice no Twitter: “Seria uma pena caso a taça acabe na Argentina”.

As respostas à companhia aérea foram rápidas e muitas, sendo que os ingleses de mais brio alfinetaram os irlandeses, que sequer se classificaram para a Copa. No entanto, isso pouco importa para a sempre afiada equipe de mídia social da Ryanair, conhecida por suas respostas rápidas e debochadas.

A empresa frequentemente critica líderes políticos, concorrentes e qualquer um que ouse contestar seu serviço. A abordagem “politicamente incorreta”, que é criticada por muitos, também é aclamada e garante um enorme engajamento para a maior empresa aérea da Europa.

Em tempo, a Seleção Inglesa está no Grupo B do torneio junto com os Estados Unidos, Irã e País de Gales. Isso significa que deve chegar aos playoffs e pode avançar na Copa. Se a taça vai voltar na mala de Declan Rice, aí “são outros quinhentos”.

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Além da Turquia, Chile também deve receber aeronave da FAB para...

0
Aeronave chegará equipada para o combate aos incêndios, com tripulação e equipe de campo, além de veículos, equipamentos e materiais